Topic

bicicletas

29 petitions

Update posted 6 months ago

Petition to SETRAN , Prefeitura de Curitiba

Pela implantação de infraestrutura para circulação de bicicletas no Santa Quitéria

O prefeito Rafael Greca anunciou a criação de binário nas ruas João Alencar Guimarães e Major França Gomes, no Santa Quitéria. A justificativa é desafogar e deixar mais seguro o trânsito para quem circula, de carro, entre o Batel, Água Verde, Santa Quitéria e Campo Comprido. Ocorre que a criação de binários em Curitiba NÃO melhorou a segurança para os pedestres e para os ciclistas. Pelo contrário: moradores da região do binário da Mateus Leme/Nilo Peçanha relatam mais insegurança, provocada pelo aumento da velocidade média dos carros, conforme registrado em reportagem da Gazeta do Povo, publicada em janeiro deste ano. AlternativaUma forma de reduzir a insegurança para pedestres e ciclistas é a criação de uma ciclofaixa neste binário. A ciclofaixa não compromete a fluidez dos carros, enquanto dá mais segurança para ciclistas e pedestres. Há um fluxo considerável de pedestres nessa região, incluindo crianças que vão a pé de suas casas até as escolas públicas que existem no bairro. Prever uma ciclovia neste binário é uma forma de preservar a tranquilidade e a segurança do trânsito nessa região, que sempre foi característica do Santa Quitéria Justificativa A construção de um binário é medida que privilegia o fluxo de veículos automotores individuais, uma vez que raramente possuem infraestruturas que privilegiam os transportes coletivos e não motorizados. É condição que prejudica a circulação lenta de pedestres, assim como desfavorece o comércio de rua. O elevado tráfego de veículos em alta velocidade na via se torna incompatível com o seu uso para lazer, descanso ou socialização, rompe com a atmosfera tranquila que os bairros residenciais possuem. Conforme hierarquia viária estabelecida pela Política Nacional de Mobilidade Urbana, pedestres são os atores principais do trânsito, seguido dos modais não motorizados (ciclistas, skatistas), transporte coletivo, transporte de carga e por último o veículo automotor individual. Assim, para garantir a segurança dos moradores da região e respeitar os preceitos estabelecidos na legislação federal, solicita-se a implantação de infraestrutura que privilegie a circulação de bicicletas e do transporte coletivo no novo Binário João Alencar Guimarães / Major França Gomes.

Michel Prado
625 supporters
This petition won 4 months ago

Petition to Rodrigo Neves, Axel Grael, Renato Barandier, Paulo Afonso Cunha

Conexão Cicloviária na Av. Marquês de Paraná

A conexão cicloviária prometida pela Prefeitura de Niterói para o ano de 2015 na Av. Marquês de Paraná - trajeto obrigatório entre os bairros e o centro - nunca saiu do papel. Apesar do elevado número de bicicletas que trafegam diariamente neste trecho, não existe sequer sinalização (placas) indicando a presença de ciclistas na via ou determinando a redução de velocidade dos veículos motorizados. Como resultado desta situação: direitos negados, conflitos e VÍTIMAS! Uma delas é a ciclista Paola de 34 anos que no dia 08/03/17 foi violentamente atropelada por um coletivo e apesar de um grave corte na cabeça e muitas escoriações pelo corpo, conseguiu sobreviver. NÃO PODEMOS MAIS ESPERAR: exigimos uma solução imediata dos gestores municipais a fim de garantir o aumento da a segurança dos ciclistas, para que atropelamentos como este não se repitam e que possamos pedalar com um mínimo de segurança e tranquilidade, conforme garantido por LEI. Assine e compartilhe: a próxima vítima pode ser você ou alguém de sua família! Saiba mais: Pedalar pelas ciclovias e ciclofaixas em Niterói é correr riscos (Tv Brasil) Ciclistas estão com medo de andar pelas ruas de Niterói (TV Band) Ciclista atropelada em Niterói pede justiça (A Tribuna,19/03/18) Acidentes com ciclistas em Niterói crescem em trechos sem integração ( O Globo Niterói, 17/03/18) Ciclistas fazem abaixo-assinado por mais segurança no trânsito de Niterói (O Globo, 13/03/18) Milhares pedem mais segurança para ciclistas em Niterói (O Fluminense, 13/03/18)  

Pedal Sonoro
2,851 supporters
Update posted 6 months ago

Petition to Ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Sul

Pela segurança dos ciclistas em Santa Maria

Ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Estado do Rio Grande do Sul: O ciclismo é uma atividade desportiva mundialmente reconhecida pelos bens que produz à saúde de seus praticantes, como também pelos benefícios promovidos na mobilidade urbana nas cidades e na diminuição significativa da poluição ambiental. Cientes dessas qualidades, diversos órgãos públicos executivos e legislativos em todo o mundo têm desenvolvido verdadeiras políticas de promoção do ciclismo. Recentemente, algumas obras começaram a ser feitas nas ERS-511, ERS 804, que ligam o município de Santa Maria, o Distrito de Arroio Grande e o município de Silveira Martins. Foram colocados tachos, tachões e defensas laterais sem qualquer acostamento. Essas reformas praticamente inviabilizam a circulação de ciclistas por essas estradas, as quais sabemos serem trajetos muito frequentes de ciclistas de Santa Maria e de toda a região. O que está ocorrendo nessas estradas é uma ação que vai na contramão de todas as políticas de progresso da mobilidade urbana, especialmente porque elas implicam riscos enormes para os pedestres e para os ciclistas que por lá circulam. Por meio deste abaixo-assinado, vimos solicitar ao DAER que tome as seguintes providências: - Retirar os tachões no meio da pista; - Colocar placas ao longo da rodovia informando aos usuários a presença de ciclistas na rodovia; - Construir, imediatamente, uma ciclovia, ou um acostamento na pista; Justificamos essas demandas porque a rodovia não possui acostamento e foram colocadas defensas nas laterais. Os ciclistas que trafegam pela região tentam andar o mais à direita possível, porém, estas defensas fazem com que o ciclista não se aproxime tanto da lateral. Os veículos que trafegam se veem obrigados a passar muito próximos aos ciclistas, sendo estes motoristas inibidos pelos tachões. Se estes tachões forem retirados, os motoristas farão as ultrapassagens com uma margem de segurança maior em relação aos ciclistas e aos pedestres. Além disso, a criação de uma ciclovia ou de um acostamento que permita a circulação segura dos ciclistas são ações que aumentam a segurança dessa comunidade que usa com tanta frequência aquelas estradas para a prática de sua atividade e/ou seu deslocamento. Essas demandas vão ao encontro do que está disposto no Inciso II do Art. 21 do Código de Trânsito Brasileiro, que diz que “compete aos órgãos e entidades executivos rodoviários da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição: II – planejar, projetar, regulamentar e operar o trânsito de veículos, de pedestres e de animais, e promover o desenvolvimento da circulação e da segurança de ciclistas”. Entendemos que podemos chegar a um acordo pela via do diálogo, o que infelizmente não ocorreu quando do início e da implementação do projeto, pois os muitos ciclistas que usam essas estradas para seu esporte/deslocamento não foram, em nenhum momento, consultados sobre as obras. Precisamos de uma cultura menos centrada em veículos automotores. E o ciclismo é um esporte que anda nessa direção. Desde já, agradecemos pela atenção dispensada e esperamos que as devidas providências sejam tomadas.  

Carlos Henrique Armani
7,194 supporters
Update posted 10 months ago

Petition to governo do paraná, Departamento de Estradas de Rodagens - DER/PR, ecovia , Econorte

Respeite o Ciclista: Mais segurança e estrutura na BR 277

Ciclistas e triatletas, A quantidade de acidentes que envolvem ciclistas nas estradas é muito alta e na maioria fatais. Em grande parte somos vítimas de motoristas irresponsáveis, que dirigem alcoolizados, com celular na mão ou sem prestar atenção nos acostamentos e entradas das rodovias. Sem contar a falta de segurança e roubos frequentes. A ECOVIA e a ECONORTE assinaram Contratos de Concessão, nº 076/97 e 071/97 respectivamente, com o Governo do Estado do Paraná no ano de 1997. Ambos os contratos possuem prazo de 24 anos e acabam AGORA em 2021. Após o término, a responsabilidade sobre as rodovias volta para o governo do Estado. Caso não seja prorrogado, o Paraná terá que fazer novas licitações ou administrar as rodovias. Portanto, faltam apenas 04 anos para o fim desses contratos defasados. Esse período passa rápido, não podemos deixar para depois algo tão importante, que precisa de muito debate e estudo. Todas as reuniões, conversas, mobilizações com as concessionárias solicitando mais estruturas para os ciclistas nas Rodovias sempre recebem a mesma desculpa: “NOSSO CONTRATO NÃO PREVÊ NADA NESSE SENTIDO, NÃO PODEMOS FAZER NADA!” Independentemente com quem ou se o Governo vai renovar tais contratos, precisamos ser ouvidos para que na PRÓXIMA CONCESSÃO SEJA OBRIGADO CONTRATUALMENTE a ter ações em favor do ciclista, a fazer obras com locais adequados e seguros para o ciclismo e campanhas de conscientização que em cima da Bike tem uma vida. O primeiro passo é AGORA, assine e compartilhe para que o maior número de pessoas sejam atingidas e tenhamos força perante as autoridades competentes. No artigo 5º, inciso XXXIV da Constituição Federal, é dito o seguinte: “são a todos assegurados, independentemente do pagamento de taxas: a) o direito de PETIÇÃO aos Poderes Públicos em defesa de direitos ou contra ilegalidades ou abuso de poder” Vamos fazer valer nossos direitos! COMPARTILHE #RESPEITEOCICLISTA Bike Station  

Bike Station
1,863 supporters