#SOSGalapagos NÃO MAIS frotas de pesca perto da zona de proteção de Galápagos

Vitória confirmada

#SOSGalapagos NÃO MAIS frotas de pesca perto da zona de proteção de Galápagos

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 708.219 apoiadores!

Veronica Llanes criou este abaixo-assinado para pressionar United Nations e

EN/ FR/ ES

Foto de  The Galapagos Conservation Trust https://galapagosconservation.org.uk/wildlife/scalloped_hammerhead_shark/

Em 2017, o Equador prendeu 20 chineses após interceptar um navio chinês perto das Ilhas Galápagos, os quais possuíam freezers transportando ilegalmente 6.000 tubarões, alguns deles ameaçados de extinção.

Uma história semelhante aconteceu em 2018. No ano passado, 245 embarcações foram detectadas perto das ilhas. Nos últimos dias, pescadores locais avistaram MAIS uma vez uma enorme frota de pesca chinesa (para ser exato, 260+ embarcações de refrigeração de carga de pesca), formando uma linha na margem da zona de proteção de Galápagos (confira o site https://www.vesselfinder.com/ para obter atualizações em tempo real), que abriga a maior biodiversidade de tubarões do mundo. Um tubarão-baleia, chamado Hope, já parou de enviar sinais de sua localização em maio. Da mesma forma, de acordo com o Global Activism, nas últimas 48 horas, o número de baleias encalhadas e mortas, golfinhos, tartarugas marinhas e tubarões aumentou.

BBC - “As Ilhas Galápagos são um Patrimônio Mundial da UNESCO e a maior reserva marinha do mundo. A zona entre o continente equatoriano e as ilhas Galápagos, local onde estão localizadas as embarcações chinesas, é uma importante rota de migração para as espécies ameaçadas de extinção que viajam para procriação, alimentação e busca de refúgio. Isso ameaça dizimar a biodiversidade do arquipélago", especialmente porque as espécies não entendem limites. Os navios também contaminam nossas águas límpidas e preservadas, deixando toneladas de lixo para trás. Além disso, a maioria dos tubarões que não são aproveitados ​​são jogados de volta ao oceano sem suas barbatanas (porque são bastante procuradas nos mercados asiáticos).

Até agora, nem o governo equatoriano nem as Nações Unidas falaram sobre isso.

Os cidadãos do Equador e o mundo exigem respostas urgentes para deixar de permitir que os navios chineses escapem disso, desrespeitando nossos mares e, o mais importante, nossa biodiversidade, respaldada pela Constituição equatoriana.

Ajude-nos a assinar esta petição para que ela possa pressionar os líderes a agir AGORA. Mesmo que você não seja equatoriano, junte-se para que possamos proteger essa riqueza natural que pertence a todos nós.

Vitória confirmada

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 708.219 apoiadores!