Pedido de cancelamento das aulas no semestre vigente na UNESP-Bauru

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Devido a Pandemia do Covid-19, a Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), campus de Bauru-SP respeitando as normas de saúde pública recomendadas pelas autoridades, suspendeu as atividades presenciais.
Entretanto, os alunos, do campus Bauru, sofrem com a medida ao terem suas atividades suspensas uma vez que, nem todos, necessariamente, possuem acesso a Internet, computadores e meios para o emprego de aulas em EaD (ensino a distância).
Além disso, é importante ressaltar que, os professores também não possuem infraestrura e qualificação adequados para o emprego das aulas online.
É inegável que alunos e professores perdem em qualidade de ensino-aprendizagem fora das salas de aulas e laboratórios.
A identificação de um ensino de excelência em universidades públicas, como a Unesp, é perdida ao passo de que o EaD, de modo não programado, desfavorece o entendimento total das matérias e impede a execução assertiva de passagem de conhecimento do professor para com o aluno.
Vale salientar que por ser um momento de crise, a suspensão do semestre é, de modo extraordinário, o mais certo a ser feito tendo-se em vista a desqualificação profissional futura dos alunos em seus respectivos cursos, além de atrasar todo o plano semestral dos docentes, tendo em vista que o tempo "perdido" em aulas para ser reposto, acumula matéria que para ser passada após a normalização das instituições, para ser recolocada em ordem levará os professores a passarem matéria de forma exaustiva e anti pedagógica aos discentes.
É imprescindível que o Governo do Estado de São Paulo e a reitoria da universidade  perceba a necessidade em cancelar o primeiro semestre de 2020, podendo prorrogar o mesmo. Compreende-se, portanto, que isso é fundamental para a manutenção da qualidade dos cursos, pelo bom ensino dos professores, e para maior aproveitamento acadêmico dos alunos.