Petition Closed

Diga para as autoridades na COP em Lima: Barragens destrutivas não são fontes de energia limpa!

This petition had 6,621 supporters


[Leia em Inglês ou Espanhol

Apresentada com International Rivers, Amazon Watch e mais de 180 organizações da sociedade civil do mundo inteiro. Leia nossa carta oficial aqui.

CC: Sra. Christiana Figueres, Secretário Executivo, UNFCCC; Dr. Ban Ki-moon, Secretário-Geral, Nações Unidas; Sr. Manuel Pulgar-Vidal, Presidente, COP20 Perú

Em diversos países do mundo, está acontecendo um “boom” sem precedentes de construção de grandes barragens.  Em grande medida, isso se explica pelo fato de que governos, instituições financeiras, e grandes empresas estão promovendo a construção de hidrelétricas como se fossem uma solução para a geração de energia “barata e limpa” no combate à crise climática global. 



Evidências científicas, no entanto, revelam que a construção de grandes barragens, especialmente nos trópicos, é responsável pela emissão de grandes quantidades de gases de efeito estufa, incluindo o metano, 20 e 40 vezes mais potente o CO2. As grandes hidrelétricas também são altamente vulneráveis a secas e enchentes extremas, que são cada vez mais comuns com as mudanças no clima.  Além disso, a construção de grandes barragens como Belo Monte tipicamente envolve graves violações de direitos humanos e outros impactos socioambientais desastrosos, sem levar a energia e benefícios econômicos prometidos para as comunidades afetadas.

Assim, as grandes barragens jamais devem ser consideradas como fonte de energia “limpa” e não devem ser contempladas em programas de incentivo financeiro voltados para energias renováveis.



Entre 01 e 12 de dezembro em Lima, Peru, está acontecendo a COP 20, a maior conferência internacional da ONU sobre a crise global do clima, com a participação de 195 Estados-parte que assinaram a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (UNFCCC).  Na COP 20, líderes globais se reunirão para traçar as linhas de um novo acordo global para combater as mudanças climáticas.

Precisamos levar urgentemente a mensagem para os lideres e delegados presentes na COP 20 em Lima que as grandes barragens não são fazem parte de um futuro de energia limpa!   Ao mesmo tempo, vamos insistir que incentivos financeiros criados no âmbito da Convenção do Clima apoiem soluções energéticas verdadeiras, como a conservação e eficiência energética, e a geração diversificada e descentralizada de fontes renováveis, como solar, eólica, biomassa e geotérmica. respeitando os direitos humanos e a natureza, garantindo o fluxo livre dos rios que são as artérias de nosso Planeta.

Envie uma mensagem agora aos líderes internacionais presentes na COP em Lima, exigindo soluções verdadeiras para as necessidades de energia e de combate às mudanças climáticas, dizendo não às barragens destrutivas!

Saiba mais sobre a campanha contra grandes barragens.



Today: Asociación Interamericana para la Defensa del Ambiente AIDA is counting on you

Asociación Interamericana para la Defensa del Ambiente AIDA needs your help with “Diga para as autoridades na COP em Lima: Barragens destrutivas não são energia limpa!”. Join Asociación Interamericana para la Defensa del Ambiente AIDA and 6,620 supporters today.