Petition update

Entrega formal do nosso abaixo-assinado ao Magnífico Reitor da Universidade de Brasília - UnB

Marcelo Holanda
Brasília, Brazil

May 1, 2016 — Querid@s, boa madrugada!

Gostaria de escancarar a alegria que tenho sentido por nossa luta estar seguindo, mesmo diante de um quadro político-social difícil para o nosso país, ainda que o caso de Louise Ribeiro seja igualmente sério.

Nós, 2.850 pessoas que se engajaram a assinar este protesto, tivemos nosso documento formal entregue à autoridade que representa a UnB, o Professor Reitor Ivan Camargo.

Algumas ponderações, que merecem destaque seguidas de meu agradecimento:

1 - Fomos extremamente bem recebid@s. Eu, duas amigas muito queridas que me acompanharam naquela ocasião, a representante do Change.org e a equipe da SECOM/UnB. Isso denota que a atual gestão da nossa UnB é mais participativa e não cerra suas portas às nossas reivindicações;

2 - Nossa reunião foi permeada de sensibilidade. O feminicídio contra a Louise, nossa colega discente e membro da comunidade acadêmica da UnB, catastrofizou a tod@s. Desde a mim, aluno regular da instituição, ao Reitor, que a representa. Nosso cordão umbilical, ali, se uniu e se encontrou; e

3 - Pude, em nome de quem me confiou a assinatura deste abaixo-assinado, expressar a nossa dor, nossa revolta, nossa indignação e nossa contribuição para reverter o quadro de violência de gênero e de feminicídio, a começar pela UnB e que pretende se expandir muros afora.

Dito isto, satisfaço-me em dizê-l@s que o abaixo-assinado será entregue ao Decanato de Assuntos Comunitários da UnB, atualmente gerido pela Professora Therese Gatti, e que nossa luta tomou mais um passo, mas faltam outros e que vamos prosseguir.

Deixo o link de uma matéria postada na imprensa, pelo Jornal Metrópoles, sobre como foi nossa recepção na manhã do dia 29/4/2016.

- Felicidade pulsando por termos caminhado um pouco mais.

- Preocupação aflorada para impedir que outras mulheres tenham o mesmo fim de Louise.

- Não terceirização da responsabilidade sobre essa luta - pelo fim da violência de gênero e do feminicídio, mas a abertura de portas para um trabalho conjunto.

Lema alto e em bom som:

#NãoAoFeminicídio

#SemMaisLouisesMortas


Discussion

Please enter a comment.

We were unable to post your comment. Please try again.