Help (Ajuda) Belarus

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Deixe sua assinatura e mensagem contra o terror e violência que estão acontecendo em Belarus (ex-república soviética antigamente denominada Bielorrússia).

Lukashenka, último ditador da Europa, está no poder há 26 anos,  fraudando as eleições como no  9 de agosto de 2020. Desde este dia, centenas de milhares de pessoas saíram nas ruas de todas as cidades, diariamente, contra votos roubados e violência policial, levando flores, cantando músicas ou só batendo palmas.

Cerca de 7000 cidadãos, homens e mulheres (de 13 a 73 anos) foram capturados nas ruas e estão presos, torturados e assassinados como nos antigos campos de concentração da Segunda Guerra mundial como várias imagens obtidas pela imprensa provam. Bombas, tiros, gás e equipamentos militares foram usados ​​contra pessoas que estavam apenas se manifestando com flores nas mãos. Médicos foram proibidos de ajudar as pessoas machucadas. Internet e telefones foram bloqueados no país por três dias na intenção de interromper a articulação dos protestos pacíficos, espontâneos, sem qualquer propósito político a não ser a liberdade e fim da ditadura. Até as igrejas, que estão acolhendo feridos e vítimas de perseguição agora estão sendo fechadas e censuradas, até o bispo católico do país, representante diplomático do Vaticano, foi proibido de regressar ao país. É só truculência contra tudo e todos que desejam paz e mudança no país.

Belarus está sofrendo agora o pior terror, do governo ditatorial e suas forças armadas contra o próprio povo. Um país de menos de 10 milhões de habitantes e não muito conhecido no mundo tem dificuldade de atrair atenção das outras nações. Precisamos apoio de todos os povos e também do povo brasileiro, para ganhar força e voz contra violência e tortura.

Como ato de solidariedade, pedimos encarecidamente iluminar o Cristo Redentor com cores branco, vermelho e branco, da bandeira nacional tradicional de Belarus, oficial até 1995, a qual tem mais de 700 anos de história e que foi proibida pelo atual ditador, assim como o brasão nacional pahonia (cavaleiro com cruz no escudo), de origem cristã. A bandeira branca vermelha e branca representa a união, paz e proteção, uma mensagem humanitária que circulará o mundo inteiro, sendo o Corcovado um dos monumentos mais conhecidos internacionalmente.

Apoios simbólicos como este já estão acontecendo em vários países. Na França, Alemanha, Polônia, Israel, Ucrânia e outros países, a bandeira histórica de Belarus foi projetada ou colocada em locais significativos destas nações. No domingo passado, 16 de agosto de 2020, o Papa Francisco, assim como outros líderes da Igreja católica, também apoiou as manifestações pacíficas de Belarus, pedindo parar a violência. Precisamos muito do apoio do Brasil! A projeção no Cristo Redentor pode ser a imagem mais forte desta campanha pela liberdade e pelos direitos humanos.

Agradecemos a sua participação!