APOIAMOS A GESTÃO ATUAL DA AMEAV E DA EAV PARQUE LAGE - POR UMA ESCOLA LIVRE!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 7.500!


O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) recebeu denúncias anônimas de supostas irregularidades de gestão por parte da Associação de Amigos da Escola de Artes Visuais (AMEAV), a entidade privada que responde pela administração da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, desde 2017.
Na última quinta-feira (31/10), o secretário estadual de Cultura, Ruan Lira, decidiu pelo afastamento do atual diretor da instituição, Fabio Szwarcwald, alegando possíveis interferências na apuração de processo disciplinar instaurado em setembro.
O afastamento desagradou professores e alunos da EAV que, unidos à classe artística, articularam um expressivo ato em favor da gestão da AMEAV e pela permanência de Szwarcwald à frente da direção. O manifesto gerou um abaixo-assinado que já conta com o apoio de centenas de nomes, não só das artes, mas de setores diversos da sociedade civil.
A ampla mobilização em tão curto prazo é resultado de uma gestão competente e reconhecidamente dedicada, que em apenas dois anos recuperou a saúde financeira da EAV Parque Lage, sem repasse de recursos do estado, tornando-a economicamente sustentável. Desde 2017, a tradicional escola organiza regularmente exposições que atraem grande público, promove fóruns de debate, concede bolsas de estudos à alunos de baixa renda e desempenha um papel preponderante na cena cultural do Rio de Janeiro.
Por meio desta petição, pretendemos dar continuidade à coleta de assinaturas em apoio à AMEAV e ao diretor Fabio Szwarcwald, por acreditarmos que a sindicância em curso e o afastamento infundado visam ao desmonte da EAV Parque Lage.