Somos CONTRA a redução de 90% das normas de segurança do trabalho

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 35.000!


O presidente Jair Bolsonaro anunciou pelas redes sociais a redução de 90% das Normas Regulamentadoras (NR’s) de segurança e saúde no trabalho. A principal justificativa é a de que os empresários gastam muito para seguirem as normas. Assine para evitarmos mortes!

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirma que a diminuição das regras que protegem milhões de trabalhadores irá gerar mais empregos, porém, precisamos lembrar que existem muitas outras medidas para combater o desemprego sem colocar a vida dos trabalhadores em risco, uma delas é diminuir os impostos sobre os equipamentos de proteção.

A primeira NR a ser revista é a de número 12, que trata de regulamentação de maquinário e é ligada a muitos ramos de negócio, protegendo os trabalhadores. O governo deseja tornar a vida do empresário mais fácil, colocando os empregados em perigo.

Alguns dados sobre acidentes e mortes no trabalho (2012 a 2018):

- Aconteceram 528.473 acidentes causados por máquinas;

- 2058 pessoas morreram em acidentes causados por máquinas;

- As máquinas causaram 25.790 amputações.

Ronaldo Lira, procurador do Trabalho, afirma que as normas são criticadas por exigirem investimentos em segurança, porém, salvam vidas e evitam acidentes ao exigirem, por exemplo: cortinas de luz, sensores, mecanismos de segurança, adequação de máquinas, etc.

Vale lembrar que as normas atuais ainda estão atrasadas em comparação com países desenvolvidos, que já se preocupam também com a saúde mental dos trabalhadores. Assine para lutarmos contra essa medida!