Abaixo-assinado encerrado

Dilma, mude o decreto que diz que o rompimento da barragem foi desastre natural.

Este abaixo-assinado conseguiu 558 apoiadores!


A Presidente Dilma lançou um Decreto para enquadrar Desastres de Barragens, igual ao que aconteceu em Mariana na Empresa Samarco como Desastre Natural.

A justificativa é que com esse Decreto o Governo poderá liberar recursos do FGTS para as Vítimas, e com isso abrir brechas para que a Samarco e outras Empresas de Mineração tenham uma punição ou responsabilização mais branda.

O Governo deve liberar recurso com ou sem Decreto, e mais do que isso deve cobrar que a Samarco ampare e devolva para as Vítimas tudo que foi perdido, e ajude a reconstruir suas vidas, e ao Meio Ambiente que o mesmo seja recuperado.

O Brasil precisa deixar de ser um País onde as Leis são feitas para os Pobres. O que aconteceu na cidade de Mariana não foi desastre natural, foi um Crime que só aconteceu porque os Órgãos que deveriam fazer a fiscalização foram omissos, e estão inchados de servidores sem conhecimento tenico indicados por políticos e governo.

Nós do Estado do Espírito Santos estamos correndo o risco de termos centenas de Quilometros de nossas Praias condenadas com essa lama tóxica, que além de matar várias espécies de vidas marinhas que só tem aqui no nosso Estado, ainda perderemos nossos mangues onde essa lama tóxica com certeza irá chegar. Nos ajude a Assinar esse Abaixo-Assinado para que nossos Senadores, Deputados, e quem mais tem o poder de mudar esse descabimento da Presidente Dilma.

Obrigado.



Hoje: Claudinei Rangel está contando com você!

Claudinei Rangel Alves precisa do seu apoio na petição «Senador Magno Malta: Dilma, mude o decreto que diz que o rompimento da barragem foi desastre natural.». Junte-se agora a Claudinei Rangel e mais 557 apoiadores.