Petitioning Representantes do governo nacional, regional, e camaras municipais.

O Algarve Diz NAO ao Fracking / Algarve Says NO to Fracking

0

0 have signed. Let’s get to 5,000.

Caros amigos do Algarve

O Algarve é conhecido pela sua grande beleza, beleza esta que está agora em risco de ser destruída. O Algarve é sem duvida uma zona pobre de água, e é uma região ecologicamente sensível que está agora sob ameaça de ser devastada por operações de mineração para extrair gás natural através de uma técnica controversa chamado de fraturamento hidráulico ou "fracking" ou através de outras tecnologias não convencionais.

Durante o processo de fracking, milhões de litros de água, areia e diversos produtos químicos - a maioria dos quais são tóxicos, carcinogic bem como teratogénico (que incluem benzeno, tolueno, etilbenzeno, xileno, etileno glicol (anti-congelante), o combustível diesel, naftaleno (bola para a traça) compostos , ácido bórico, arsénico, hidrocarbonetos orgânicos poli nucleares, apenas para citar alguns dos 600 e tantos produtos químicos utilizados) - são bombeados nos furos com água a alta pressão para liberar o gás natural (chamado gás de xisto) preso em camadas de rocha no subsolo.

Nos EUA, onde fracking tem sido amplamente utilizado, tem havido centenas de casos documentados deste processo, que resultou em:

  • poluição catastrófica da água potável;
  • poluição do ar;
  • aumento da actividade sísmica, resultando em terremotos;
  • impactos gerais na saúde de seres humanos e animais; e
  • uma grande degradação ambiental.

Agora, a Portfuel (que anda aparentemente à procura de parceiros internacionais e locais) está a preparar-se para explorar dezenas de milhares de quilómetros quadrados de terra no Algarve para exploração de gás natural atravez de tecnologias de fracking. Em toda a região do Algarve já temos regularmente uma ameaça de falta de água e não se justifica por em risco as nossas fontes de agua potável devido aos riscos dessa agua ser desperdiçada ou contaminada pelo processo de fracking que, uma vez em plena produção, vai envolver dezenas de milhares de furos, e milhões de litros de água por cada furo.

Neste momento há já uma onda crescente de oposição ao uso de fracking no Algarve, liderado por muitas empresas, agricultores, organizações ambientalistas e de direitos humanos, investidores, turistas, estrangeiros residentes e cidadãos comuns.

Se está preocupado com os impactos que este género de exploração de gás natural no nosso país vai trazer para a sua região, por favor junte a sua voz a nossa adicionando o seu nome na petição.

Texto da petição

Nós, os abaixo-assinados:

Chamamos ao governo nacional, provincial e municipal para instituir um moratório sobre toda a exploração em terra, e toda a exploração de gás natural em Portugal, especialmente qualquer operação que envolva o processo de fraturamento hidráulico, pelo menos até avaliações abrangentes e independentes terem sido feitas. Avaliacoes que venham a garantir que tais actividades de prospecção e exploração não vai ter efeitos ambientais negativos, ou prejudiciais à saúde. E preciso parar com toda esta actividade até medidas independentes e eficientes estiverem criadas com capacidade de monitor-ar toda a exploração de gás de xisto e exploração em Portugal.

Chamamos a Portfuel e a outras empresas internacionais, bem como empresas portugueses para que se abstenham de colocar em risco a integridade ambiental do Algarve e a saúde de todos os seus habitantes que já sabemos que e originada pela prática de exploração de gás de xisto e extracção usando fraturamento hidráulico e outras tecnologias de extracção não-convencionais.

Saiba mais sobre o que e o fracking aqui:

************************************************************************

Dear friends of the Algarve

Large parts of Algarve’s beautiful, but water-poor and ecologically sensitive regions are under threat of being devastated by mining operations to extract natural gas using a controversial technique called hydraulic fracturing or 'fracking' or other unconventional technologies.

During fracking millions of liters of water, sand and numerous chemicals most of which are toxic, carcinogenic as well as teratogenic (they include benzene, toluene, ethyl benzene, xylene, ethylene glycol (antifreeze), diesel fuel, naphthalene (moth ball) compounds, boric acid, arsenic, poly nuclear organic hydrocarbons, only to name a few of 600-odd chemicals used), are pumped into boreholes at high pressure to release natural gas (called shale gas) trapped in layers of underground rock.

In the USA, where fracking has been used extensively, there have been hundreds of documented cases of this process resulting in:

  • catastrophic drinking water pollution;
  • air pollution;
  • increased seismic activity resulting in earthquakes;
  • health concerns for humans and animals; and
  • general environmental degradation.

Right now, Portfuel (which is apparently looking for international and local partners) is preparing to explore hundreds of square kilometers of land in the Algarve for natural gas exploration by fracking. Most of the area under threat is already extremely water-stressed and cannot afford any water to be either wasted or contaminated by the fracking process which, once in full production, may involve hundreds of boreholes and millions of liters of water per borehole.

There is a growing groundswell of opposition to the use of fracking in the Algarve lead by a broad coalition of local businesses, farmers, environmental organizations, tourists, investors, as well as ordinary citizens and expat residents.

If you are concerned about the likely environmental and health impacts of natural gas exploitation in our country, please join us in adding your name to the following petition.

The Petition Letter

We, the undersigned:

Call on national, provincial and municipal government to institute a moratorium on all on-shore exploration and exploitation of natural gas in Portugal, especially any operations involving hydraulic fracturing, at least until comprehensive, independent, scientific assessments can guarantee that such exploration and exploitation activities will not lead to detrimental environmental or health effects and until independent and efficient measures are in place to monitor all shale gas exploration and exploitation.

Call on Portfuel and other international as well as Portuguese companies to refrain from endangering the environmental integrity of the Algarve and the health of its inhabitants by engaging in shale gas exploration and extraction using hydraulic fracturing and other non-conventional extraction technologies.  

Find out more about fracking here:

 

This petition will be delivered to:
  • Representantes do governo nacional, regional, e camaras municipais.


    ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association started this petition with a single signature, and now has 4,971 supporters. Start a petition today to change something you care about.




    Today: ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association is counting on you

    ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association needs your help with “Representativos do governo nacional, regional, e camaras municipais.: O Algarve Diz NAO ao Fracking / Algarve Says NO to Fracking”. Join ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association and 4,970 supporters today.