Pela criação de um centro cultural no prédio da antiga câmara de GRU (Pç Getúlio Vargas)

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Nós, membros da sociedade civil e artistas do município de Guarulhos, vimos por meio desta carta manifestar nosso repúdio contra uma eventual destinação do prédio da Praça Getúlio Vargas (antiga Câmara dos Vereadores) para a Guarda Civil Municipal (GCM). A concretização dessa ação será uma afronta a Lei 7.834/2020 recém aprovada, que regulamenta o Plano Municipal da Cultura e prevê a destinação do espaço para atividades culturais.

Ao longo do mandato do prefeito Guti foram escritas várias cartas, notas e enviadas diversas solicitações ao Conselho Municipal de Cultura para que houvesse respostas às demandas promovidas por artistas locais, no entanto, tivemos poucas ações concretas que atendessem essas demandas.

A entrega de um espaço que há tempos sofre disputas de vários interesses, mas que há um bom tempo já tem o seu entendimento claro para que seja um espaço multicultural, tanto que a realização da sua reforma se fez através de verba federal do turismo, para que atendesse ao interesse turístico e cultural do município.

As complexidades que envolvem a Praça Getúlio Vargas não serão resolvidas com força de segurança, acreditamos no poder da arte e cultura para a revitalização de espaços considerados abandonados. Podemos citar como exemplo a Praça Roosevelt, em São Paulo, que a partir de ações conjuntas trouxe uma nova perspectiva para área, valorizando e ampliando o seu uso, fomentando o lazer, a cultura e o esporte em um ambiente plural.

Somos contrários sim a entrega da ANTIGA CÂMARA DOS VEREADORES –
Praça Getúlio Vargas - para a Guarda Civil Municipal, pelo simples fato de que esse espaço já está na pauta dos artistas há anos, através de conferências, fóruns e encaminhamentos de documentos em apoio a essa utilização artística e também por ser consenso cultural, já que consta no Plano Municipal de Cultura para a cidade de Guarulhos, encaminhado pelo executivo e que foi aprovado por unanimidade pela Câmara. Concluímos então que todos os poderes estão de acordo com as diretrizes, metas e ações contidas no PMC, aprovado este ano sobre a lei 7.834/2020, conforme abaixo:

EIXO II
Infraestrutura cultural: ampliação, integração e desenvolvimento

A Meta 5
Na ação 5.3 prevê a transformação da antiga instalação da Câmara Municipal de Guarulhos, localizada na Praça Getúlio Vargas, em um Centro Cultural Integrado, com espaços adequados para atividades de formação, produção e programação cultural que contemple a diversidade de expressões culturais da cidade.
Assim sendo, além de não concordamos com a atual ação, ela também fere a recém criada Lei, que favorece o usufruto do espaço para a criação de um espaço multicultural.

Não podemos novamente ser penalizados pela inabilidade de uma gestão que não soube dar encaminhamentos aos projetos, ações e promessas de campanha.

Principalmente pela péssima atuação frente ao espaço, no qual não houve um engajamento político para que se efetivasse como uma ação de política pública.

Já estamos lidando com movimentos obscuros na aprovação de um Projeto de Lei para o Audiovisual, em que a sociedade civil não teve acesso, mas que parece ser algo certo pela gestão que se comporta como se essa lei não fosse impactar toda a sociedade guarulhense.

Exigimos que o prédio da “antiga Câmara dos vereadores” não seja destinado à Guarda Civil Municipal, atendendo assim, a lei do Plano Municipal de Guarulhos que prevê a utilização do prédio para atividades artísticas. E solicitamos esclarecimentos sobre a PL do audiovisual e pedimos a sua disponibilidade para o debate público.

Guarulhos, 8 de setembro de 2020

Grupos e Coletivosque aderiram:
Amálgama TV
Banda Carbônica
Banda Vitrola Mágica
Catarse Coletiva
Cia do Caminho Velho
Cia khalina aymelek
Cia Los Xerebas
Cia Unó de Teatro
Cia. 3+um
Cineclube Incinerante
Coletivo 308
Coletivo Kinoférico
Coletivo Polissemia
Companhia Bueiro Aberto
Estúdio Marítimo Produções
Grupo Glacê
Grupo Populacho
Movimento Cabuçu
Museu do Medo
Núcleo de Cinema do Coletivo 308 / SaLaB
PatifaCia de Comicidade
Produtora Embrião
Projeto Clam
Slam do Prego
Teatro Sotero & Cia