Ronaldo Caiado e Rogério Cruz, mantenham as escolas abertas

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 7.500!


Senhores governador do Estado de Goiás e prefeito Rogério Cruz,

Durante essa pandemia, as crianças foram as que mais sofreram trancadas em casa. Elas estão apáticas, com depressão, síndrome do pânico, sedentarismo. Os impactos no desenvolvimento infantil são incalculáveis e levarão anos para serem resolvidos. 

A OMS já considera educação infantil como serviço essencial e não recomenda o fechamento das escolas. 

Na Europa, mesmo com lockdown, as escolas continuam abertas. 

Estudos mostraram que as crianças são pouco transmissoras do vírus, e o fato de que a vacina não está nem sendo testada em crianças nos mostra que essa situação está muito longe de se resolver. Não podemos privar as crianças de estudar. O atraso escolar não é só de 1 ano. Especialistas avaliam que o impacto é de 4 anos. 

No estado de São Paulo, só como exemplo, as crianças de 0-9 anos representam 2,5% dos casos de COVID-19 e 0,1% de mortes e as de 10-19 anos representam 5,2% dos casos e 0,2% das mortes. 

Coloque os professores como prioritários na vacinação após os profissionais de saúde! Pela saúde mental das nossa crianças, pelo futuro da nossa educação! 

Fontes:

https://www.google.com.br/amp/s/www.wral.com/coronavirus/study-covid-transmission-rare-in-north-carolina-schools/19467580/%3fversion=amp

https://www.instagram.com/p/CKY1BgsDLAB/?igshid=148gmr9rommht

https://instagram.com/escolas.abertas?igshid=1n6mf3vhhqvcy

https://www.google.com.br/amp/s/noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2021/01/07/em-carta-unicef-pede-que-prefeitos-priorizemreaberturadasescolas.amp.htm