A comunidade do Lago Norte e Lago Sul querem participar e opinar sobre a PL Outorga de uso

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


 As comunidades do Lago Norte e Sul estão preocupadas com a iniciativa de PL para Outorga de Uso de Área Pública Contígua às Unidades Imobiliárias Residênciais Familiares do Lago Norte e Sul. 

A PL apresenta pontos de cobrança financeira anual precariedade para os proprietários, no entanto o impacto em lotes confrontantes com vias serão consideráveis.

Não é só ter que recuar cercas, trata-se de uma das questões que mais lutamos ao longo dos anos: não abrir precedentes no que tange a áreas verdes. Jamais aceitamos qualquer interferência, no entanto, um recuo de cercas pode caracterizar novas investidas futuras, considerando que a proposta é de título precário.

E tem mais, de efetivarem o recuo depois ficará como está a orla, em pleno abandono. Falam que com espaço consequente do recuo das cercas serão feitas novas calçadas, ciclovias e mobiliários publicos. A saber até onde vai o mobiliário público. E o dinheiro para fazer isso tudo?

Atualmente utilizamos um bem público de maneira privativa sem nenhuma contrapartida.

Ademais já observamos o resultado da Ação Civil Pública que desobstruiu a orla e estamos na iminência da desobstrução das servidões de passagem.

Nada impede que ‘amanhã’ tenhamos uma nova determinação para a desocupação das áreas verdes públicas adjacentes aos lotes.

Cabe destacar que os moradores do Lago Norte e Sul já pagam o IPTU mais caro do GDF considerando a área verde.

A comunidade do Lago Norte e Sul DE MANIFESTAM CONTRÁRIOS à PL considerando os seguintes pontos:

- prazo de consulta pública ínfimo (sete dias);

-manutenção das áreas verdes e pela como Área de Proteção Privada (APP) com árvores nativas, árvores frutíferas e fauna do Cerrado.
- custo elevado sugerido, precisa haver um preço módico e teto, é uma área nua, sem melhorias feitas pelo Estado (GDF).7

- precariedade dessa outorga. Precisaria ser estabelecido um prazo (30 anos prorrogáveis?) que permitisse de fato uma estabilização da situação. Os moradores da comunidade do Lago Norte e Sul necessitam de segurança jurídica neste processo n PL