Odeio Rodeios- Salvem os animais

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Muito preocupado e triste com os maltratos sofridos pelos animais durante os RODEIOS eu escrevi o poema:

Muitas voltas

Dou voltas,
Tu voltas,
Me aplaudes,
Minhas dores veneras,
Minha vida incerta...

Me ferem, me batem,
Correm de um lado para o outro
Se divertem, riem, gritam...

Só eu choro as minhas dores
Meu consolo é o fim do espetáculo
Quando posso enfim repousar,
Se conseguir sobreviver

Noutro dia alguns voltam,
Outros me revoltam,
Com suas destemidas peças...
Ora, não me peças!
Não me peças pra sorrir
Se corro é por medo
Se morro, covardia...

Rodeios, sem rodeios...
Devaneios...
Cavaleiros...
Cala-te, cala-te e observas...
Me espelha, me espera, me veneras...

Noutro dia,
Noutro dia...
No outro dia, tu estarás aqui a sorrir
E eu, se vivo estiver?
A chorar, a reclamar,
A gritar, agitar...

Agitai teus braços
Agitai oh laços, facas, espadas...
A gritar a dor
Agitai, oh desamor!

A gritar, agitar...
Ah, citai sem pudor
Gritai por amor
Gritai por favor...
Gritai pelo amor de Deus...

(*) Convoco a todos que amam os animais a participar desse abaixo assinado paraque os RODEIOS SEJAM PROIBIDOS EM TODO O Territorio Nacional.

Conto com a participacao de todos.

 



Hoje: Waldyr está contando com você!

Waldyr Argento Jr. precisa do seu apoio na petição «Congresso Nacional: Odeio Rodeios- Salvem os animais». Junte-se agora a Waldyr e mais 1.458 apoiadores.