Aprovem o Projeto de Lei para Proibir as Corridas de Galgos em Santa Catarina

Vitória

Aprovem o Projeto de Lei para Proibir as Corridas de Galgos em Santa Catarina

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 1.007 apoiadores!
JUSCELITA NOETZOLD criou este abaixo-assinado para pressionar Deputados estaduais de Santa Catarina

Pedimos aos Excelentíssimos Deputados da Câmara Estadual do Deputados de Santa Catarina a aprovação do PL3393/2021 para proibir as corridas de cães em todo o território catarinense.

O Rio Grande do Sul já proibiu. Santa Catarina PRECISA DA LEI !!!

Pedimos a aprovação do Projeto de Lei 3393/2021 do Deputado Marcius Machado para proibir corridas de galgos. Se aprovado, será Lei e vai acabar com o negócio das corridas de galgos e todas as atividades paralelas que atraem para Santa Catarina, os galgueiros do Rio Grande do Sul, do Uruguay e da Argentina, já proibidos de fazer corridas.

A Lei é o único modo de acabar com a prática de crueldades que eles impõem contra os galgos, pois alem da crueldade das pistas, encobre outras como:

�montas forçadas
�prenhez sucessiva a cada cio
�cios induzidos ou interrompidos
�filhotes obrigados a trinamentos exaustivos e com apenas 11 meses obrigados a correr
�injeção de drogas
�doenças nos rins, figado, coração, articulações, coluna, �traumas emocionais
�machos e femeas usados como "reprodutores"   
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

Projeto de Lei 3393 de 2021

◆ mais um avanço para a Causa Animal, e uso didático diante da sociedade.

◆liberdade para os galgos escravizados nas corridas

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

◆Até os dias atuais poucas pessoas sabiam, e ninguém lutava por uma lei para proibir as barbáries advindas do que os "donos de cães de corrida" chamavam de esporte para "atletas por natureza".

◆ Eles, os galgueiros, não são incomodados quando botam focinheiras nas fêmeas , seguram-nas entre 03 ou 04, ate cinco homens, e cometem atos de estupro em fêmeas usando um cão macho que chamam de reprodutor.

◆ Os galgueiros nunca se sentiram mal de abandonar os galgos velhos e velhas, os doentes, e os fracos, os quebrados e os machucados. Isto porque sempre houve pessoas que se importam e que acolhem os desamparados.

◆ A Lei é o único modo de acabar com a prática de crueldades que eles impõem contra os galgos.

Permitam Santa Catarina se livrar desta modalidade de exploração animal que cresce a cada ano.

Os galgueiros querem a regulamentação que impõe ao Estado  abandonar o seu papel, ao invés de lidar com a saúde e educação, querem obrigar o Estado a aparecer
como um promotor do jogo, e até mesmo "terceirizando" a assistência social através do retorno
dos jogos de azar - onde eles forneceriam projetos de legalização das corridas e contemplariam o
pagamento do Imposto ao Lucro Bruto e/ou de qualquer outro ônus que o substitua, na
realização de apostas.
Sem dúvida, o jogo só serve para tirar dinheiro dos pobres e financiar as políticas de favoritismos. 

Comportamentos que não estão relacionados ao tratamento ético de animais devem ser motivos para sanção e/ou proibição. Jamais, regulamentação. Animais e coisas não são conceitos equivalentes.

Os animais são sujeitos de direitos. Ao questionar
sua escravidão e respeitar seus direitos, somos mais humanos e éticos.

 

 

Vitória

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 1.007 apoiadores!

Compartilhe este abaixo-assinado