Nova Política Pública para Atendimento de Crianças de 4 a 6 anos no Contra-Turno Escolar

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Queremos pleitear ao poder público que integre as crianças de 4 e 5 anos ao atendimento dos CCAs (Centro para Crianças e Adolescentes) ou dos CEI (Centros de Educação Infantil), para atendimento no contra-turno escolar. Famílias da periferia de São Paulo, cujos pais trabalham o dia inteiro, tem um grande problema quando seus filhos fazem 4 anos. Isto ocorre pois até então, seus filhos vão todos os dias para uma creche aonde ficam o dia inteiro sob os cuidados de educadores. Após o aniversário de 4 anos, eles passam a ir para a escola (MEI) meio período e acabam por ficar vulneráveis no contra-turno escolar até que completem 6 anos. A partir dos 6 anos de idade, estas crianças passam a ser elegíveis ao atendimento no contra-turno escolar através dos CCAs (Centro para Crianças e Adolescentes) aonde realizam uma série de atividades e tem acompanhamento de educadores, não ficando expostos às ruas e eventuais más influências. Este pleito é embasado na opinião de diversas famílias das comunidades do Jardim Helga e Jardim Paris, na região do Campo Limpo, da cidade de São Paulo, porém acreditamos que reflete também a opinião e necessidade de todas as demais regiões sob a política pública do município de São Paulo.