MESMOS PROCEDIMENTOS PARA INVESTIGAÇÃO DE HOMICÍDIO HUMANO E ANIMAL

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


No dia 7 de setembro, quando fomos chamar meu gato na varanda, o encontramos morto, envenenado. Já é ao menos o SEXTO gato morto nesta rua, e então fomos tentar abrir um B.O, resultado foi que sequer fomos capazes de abrir e MUITO MENOS de conseguirmos uma investigação. 

Esse tipo de crime acontece o tempo todo, com muita gente, em muitos lugares. Não é incomum que apareça algum vídeo ou foto de animal sendo maltratado, esquartejado, envenenado, pisoteado, esmagado, torturado ou apedrejado na internet, e no fim, nenhuma autoridade faz NADA. Assassinos matam o quanto querem e ainda podem deitar tranquilos, já que a impunidade reinará sobre suas cabeças, e ainda é capaz que, mesmo que tenhamos uma resposta de quem foi, NÓS seríamos criminalizados caso divulgássemos o nome.

O que se pede é que as autoridades passem a dar a mínima atenção a isso. O PL 1095/19 foi aprovado no Congresso, mas de que adianta se a polícia não investiga sem uma autópsia (lembrando que quando se acha o animal morto após certo tempo, é impossível que se ache o resquício do veneno no corpo), ou seja, de que adianta ser punitível com prisão, caso não se prenda ninguém? Nós precisamos que SE CONSIDEREM OUTRAS PROVAS, ALÉM DO LAUDO DA AUTÓPSIA: TESTEMUNHOS, DEPOIMENTOS, REGISTROS FOTOGRÁFICOS, ETC.

>Utilize da hashtag "MyPetToo" nas redes sociais para denunciar o que foi feito ao SEU animal de estimação.