Bella Capri, anuncie um compromisso proibindo o confinamento de galinhas em gaiolas!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Meu nome é Karen Hosomi e eu amo e defendo os animais. Na comunidade onde trabalho, uma moradora tinha uma galinha de estimação que adorava ganhar carinho, era superparceira e inteligente, não muito diferente de nossos cachorros e gatos. Quando eu descobri a forma como muitos desses animais sensíveis são tratados na indústria de ovos, fiquei extremamente triste.

A terrível prática de confinar galinhas em gaiolas, considerada uma das piores causas de sofrimento animal, infelizmente ainda é muito comum no Brasil. Em sistemas que utilizam essa prática, as galinhas são mantidas em gaiolas minúsculas durante praticamente suas vidas inteiras. Elas mal podem andar, esticar suas asas ou expressar outros comportamentos naturais. Além disso, é comum que fiquem presas, sofram lacerações ou tenham seus membros mutilados no aramado das gaiolas ou sob as bandejas de ração. Frequentemente elas sofrem e morrem. Aves mortas são encontradas em decomposição em meio a galinhas ainda botando ovos para consumo humano.

Fiquei sabendo que muitas empresas, como Patroni Pizza, Parmeggio, Didio Pizza e Jamie’s Italian, já anunciaram compromissos proibindo o confinamento de galinhas em gaiolas em suas cadeias de suprimentos. Mas fiquei muito decepcionada quando descobri que a Bella Capri ainda não anunciou um compromisso nesse sentido.

Por favor, junte-se a mim e assine esta petição pedindo à Bella Capri que publique um compromisso proibindo o confinamento de galinhas em gaiolas em sua cadeia de suprimentos.

Assine e compartilhe a petição!
Karen Hosomi com a Mercy For Animals