Fight Against Chocolate Slavery

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


My school asked for the students to choose a Human rghts issue, by running an activist campaign. I decided to choose the theme about ''Chocolate Slavery'' suffered by the children while working for the chocolate industry, i chose this theme because got me really concerned and scared as well. 

In recent years, a handful of organizations and journalists have exposed the widespread use of child labor, and in some cases slavery, on cocoa farms.

The farms from some countries such as  Western Africa, Asia, and Latin America supply cocoa to international giants such as Hershey’s, Mars, and Nestlé—revealing the industry’s direct connection to the worst forms of child labor, human trafficking, and slavery.

Recently, investigators have discovered children trafficked into Western African cocoa farms and coerced to work without pay.

Cases often involve acts of physical violence, such as being whipped for working slowly or trying to escape. Reporters have also documented cases where children and adults were locked in at night to prevent them from escaping.

My target is to collect  signatures and raise awareness, and hopefully attract the attention from people  to help to fight against chocolate slavery. 

VERSÃO EM PORTUGUÊS:

Minha escola pediu que os alunos escolhessem uma questão de direitos humanos, realizando uma campanha ativista. Decidi escolher o tema '' Escravidão do Chocolate '' sofrida pelas crianças enquanto trabalhava para a indústria do chocolate, escolhi este tema porque também me deixou muito preocupado e assustado.

Nos últimos anos, um punhado de organizações e jornalistas expôs o uso generalizado de trabalho infantil e, em alguns casos, escravidão, nas fazendas de cacau.

As fazendas de alguns países como a África Ocidental, Ásia e América Latina fornecem cacau para gigantes internacionais como Hershey’s, Mars e Nestlé - revelando a conexão direta da indústria com as piores formas de trabalho infantil, tráfico humano e escravidão.

Recentemente, investigadores descobriram crianças traficadas para fazendas de cacau na África Ocidental e coagidas a trabalhar sem remuneração.

Os casos geralmente envolvem atos de violência física, como ser chicoteado por trabalhar devagar ou tentar escapar. Os repórteres também documentaram casos em que crianças e adultos foram trancados à noite para evitar que escapassem.

Meu objetivo é coletar assinaturas e aumentar a conscientização e, espero, atrair a atenção das pessoas para ajudar na luta contra a escravidão do chocolate.