Pelo retorno das Escolas com segurança

Pelo retorno das Escolas com segurança

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Everton Steffanello criou este abaixo-assinado para pressionar Secretaria Municipal de Educação de Santa Cruz do Sul

MANIFESTO DOS PROFISSIONAIS DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

DE SANTA CRUZ DO SUL PELO RETORNO COM SEGURANÇA

 

 

Estimada comunidade santa-cruzense, somos profissionais de educação da rede municipal de Santa Cruz do Sul e, através deste, viemos manifestar nossas preocupações e angústias em relação ao retorno das aulas em Escolas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental da rede municipal.

Na contramão do que parte de nossa população imagina, desde a paralisação das atividades presenciais, nós professores não deixamos de realizar nosso trabalho em momento algum. Inclusive trabalhamos além de nossa carga horária, planejando atividades; por empatia, atendemos alunos e pais fora do nosso horário de trabalho; participando de reuniões, e formação pedagógica.

No corrente ano de 2020 fomos surpreendidos com a pandemia, mas também fomos surpreendidos pela necessidade de trabalharmos de casa, utilizando equipamentos que, muitas vezes, não tínhamos o conhecimento necessário para uma boa utilização. Se não tínhamos os equipamentos, fomos atrás, adquirimos com recursos próprios notebooks, tablets, celulares com maior capacidade de memória, planos de internet com maior velocidade.

Desde maio, realizamos toda semana planejamentos e enviamos atividades aos alunos que, com as próprias dificuldades que todos sentimos, estão, com o apoio incansável de seus familiares, realizando tais atividades. O modelo, com todos os seus problemas, vinha dando conta de mantermos o vínculo de crianças e adolescentes com a escola, com o conhecimento, com a aprendizagem.

No entanto, há uma semana, fomos surpreendidos novamente, com o anúncio do retorno às aulas presenciais em EMEIs e EMEFs. Recebemos a notícia pela imprensa. No dia seguinte, diretores eram convocados para reunião para receberem as instruções do retorno. E, conforme informações repassadas pelos diretores em reuniões realizadas com os profissionais da educação das escolas, as orientações foram vagas e deixaram muitas lacunas para serem preenchidas em pouco espaço de tempo, uma vez que o retorno das EMEIs está marcado para o próximo dia 10 e o retorno das EMEFs no dia 17.

A partir desta repercussão, se fez necessária esta mobilização dos profissionais da educação de nossa rede municipal. Antes de mais nada, queremos deixar claro que não somos contra o retorno às aulas. Mas não aceitamos que este processo ocorra de maneira atropelada como está ocorrendo.

Não sentimos segurança alguma. Não sabemos se há autorização de corpo técnico qualificado para o retorno. Não sabemos se as escolas conseguirão adquirir os materiais de higiene, limpeza e os equipamentos de proteção individual (EPIs) exigidos nos protocolos de segurança, uma vez que já há falta de muitos destes materiais no comércio santa-cruzense. Não sabemos se as escolas possuem alvará de depósito de inflamáveis, expedido pelo Corpo de Bombeiros.

Será que as direções de escola se sentem seguras, sabendo que serão responsáveis pela vida de alunos, professores e funcionários? Haverá profissionais suficientes para dar conta do atendimento aos educandos, uma vez que há parcela considerável de professores e funcionários no grupo de risco para Covid19? Não seria importante a testagem dos profissionais para evitar mais contágios? Como ficará o atendimento aos alunos que não retornarão? Os professores terão a jornada duplicada, ao passo que terão que atender alunos presenciais e a distância? Como será o contato entre os profissionais das EMEIs e as crianças? Como realizar troca de fraldas? Como receber um bebê sem tocar?

Queremos retornar, mas queremos que este retorno se dê dentro de um processo organizado com diálogo, com preparação correta, com respeito a todos os protocolos das autoridades sanitárias, com garantia da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros.

Estamos com muita saudade do convívio diário com colegas e com nossos educandos. Tivemos que nos adaptar, conversar a distância, acompanhar a realização das atividades de nossas casas, nos emocionar com as primeiras palavras lidas, com os primeiros cálculos feitos corretamente de longe. Mas preferimos desta forma ao invés de ver qualquer um perder dias isolado, perder semanas entubado, perder tudo que a vida pode proporcionar daqui para frente.

Retorno sim, mas com toda segurança necessária para isso.

 

Santa Cruz do Sul, 5 de Novembro de 2020

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!