Decision Maker

Polícia Civil de Minas Gerais


Does Polícia Civil de Minas Gerais have the power to decide or influence something you want to change? Start a petition to this decision maker.Start a petition
Petitioning Polícia Civil de Minas Gerais, Ministério Público de Minas Gerais – Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos, Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos – CONEDH, Secretaria de Di...

Vidas Trans Importam: Justiça pela barbárie contra Cibelly do Pará

Vítima de transfobia, Cibelly Pamela, conhecida como Cibelly do Pará, foi brutalmente espancada por 7 homens em fevereiro deste ano, durante o Carnaval, no centro de Belo Horizonte/MG. A paraense de apenas 29 anos carrega agora sequelas profundas. Após quatro meses internada, tendo ficado entre a vida e a morte, Cibelly voltou para casa no último dia 8 de junho.  Os agressores a insultaram chamando-a de “traveco”, “demônio”, falavam “vira homem”. Ninguém a ajudou, ela tentou se defender às agressões gratuitas sozinha. A violência dos transfóbicos foi tamanha que Cibelly ficou sem uma parte do crânio, paraplégica e sem voz. Quebram-lhe vários dentes. Ela passou por cirurgia para afundamento de crânio e traqueostomia. Cibelly sofreu uma tentativa de homicídio e o crime continua impune. Sem ter como se manter financeiramente, o Movimento Lute Como Ele em parceria com o razões para acreditar e o voaa criou uma vakinha  virtual para ajudá-la. “Como profissional do sexo, Cibelly também não tinha uma renda fixa, garantias constitucionais para continuar se mantendo diante dessa covardia. Se você pode contribuir para que ela continue vivendo nesta nova e terrível fase de sua vida, faça. Pequenos gestos podem fazer a diferença”, diz a publicação do movimento, liderado por www.instagram.com/robheriolimaof ativista que está tratando da situação diretamente com a família da vítima. Queremos JUSTIÇA! Que haja uma investigação séria pelo o que aconteceu à Cibelly! Esses criminosos precisam pagar pelo o que fizeram a ela! Violência contra transexuais - Levantamento da organização não governamental Transgender Europe aponta que o Brasil, em números absolutos, é o país que mais registra assassinatos de transexuais no mundo. Foi por pouco que Cibelly nao entrou para essa triste estatística. Que se faça justiça por ela e que nenhuma outra pessoa venha a morrer ou carregar sequelas como essas! Rifa on-line iPhone em prol do tratamento da Cibely  Com apenas 10,00 você concorre a um lindo iPhone,  e ainda ajuda Cibely do Pará a superar este movimento dificilimo. Basta clicar neste link abaixo: https://www.rifatech.com/182720010.xhtml     Para mais informações  www.instagram.com/movimentolutecomoele www.instagram.com/robheriolimaof Página Facebook: www.facebook.com/movimentolutecomoele  #vidastransimportam

Robhério Limma
61,557 supporters
Vidas Trans Importam: Justiça pela barbárie contra Cibelly do Pará

A Polícia Civil de Minas Gerais informa que desde que tomou conhecimento, seis dias após o fato, da tentativa de homicídio contra Cibelly não poupa esforços para esclarecer o crime . Várias diligências foram realizadas para identificar e solicitar imagens de câmeras de segurança existentes ao redor do local dos fatos. Infelizmente nenhuma câmera captou o momento das agressões ou mesmo os agressores. Em uma delas, que se encontra com a perícia policial, é possível ver a multidão que estava presente em um bloco de carnaval e a equipe do SAMU que chegou ao local para prestar socorro a Cibelly. Diversas pessoas foram chamadas a prestar informações, no entanto, ainda não temos testemunhas do fato e muitos preferem não se envolver e não prestar nenhum tipo de cooperação com a PCMG. Até o momento, apenas o pai e uma amiga de Cibelly compareceram à delegacia para colaborar com as investigações. O celular da vítima foi requisitado pela PCMG, mas não foi entregue. A junção desses fatores, demora na denúncia, a falta de pessoas que tenham testemunhado os fatos dispostas a colaborar e imagens que não capturaram os fatos, vem dificultando a ação da PCMG para identificar os autores. No entanto, a Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Racismo, Xenofobia, LGBTfobia e Intolerâncias Correlatas esclarece que este caso continua sendo investigado e solicita a quem tiver qualquer informação que possa auxiliar nos trabalhos investigativos e assim, identificar os autores da tentativa de homicídio contra Cibelly, procure a Polícia Civil ou faça uma denúncia anônima pelo 181.

12 months ago