Turma 39 Medicina Unifenas-Alfenas contra o aumento da mensalidade

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


À
Universidade José do Rosário Vellano
Campus Alfenas
Brasil


Prezados Senhores,
Nós, acadêmicos do 3º período do curso de Medicina presidido na cidade de Alfenas-Minas Gerais pela Universidade José do Rosário Vellano gostaríamos de registrar por meio desta, uma nota de repúdio ao aumento das mensalidades do curso.
Sabe-se que o curso de Medicina é um dos mais procurados, mas que muitas vezes acaba se tornando um pesadelo devido ao custo, que abrange valores fora da realidade de muitos brasileiros; No atual momento, a junção da mensalidade com o novo reajuste exercido pela Universidade chega a alcançar cerca de 7,7 vezes o valor do salário mínimo, que somando com as despesas dos estudantes se aproxima de R$10.000,00 ou mais, visto que, a maioria não é natural de Alfenas, como demonstrado no anexo abaixo..
A cada ano há um aumento, e de 2019 para 2020, nós fomos sujeitos a um aumento de, praticamente, 4,5%, levando hoje, a uma mensalidade de R$ 8013,81, que, novamente sofrerá reajuste no próximo ano; Dessa maneira, nossa maior preocupação é que no último ano do curso estaremos pagando uma mensalidade altamente excessiva e demasiada próxima a R$10.000,00 somando ainda os custos de despesas que deverão ser adicionados ao valor;
Nós buscamos por ponderação nos cálculos realizados e estipulados pelos gestores, pois, na verdade, a Universidade está formando pessoas que cuidarão e salvarão vidas; Mas como nós conseguiremos o nosso diploma pagando tais valores exorbitantes? Nossos pais estão nos alertando sobre a possibilidade de deixarmos a Unifenas, e transferirmos para outras Universidades com mensalidades menores, ou, mais próximas de nossas famílias, visando assim, diminuir gastos, como exemplo, transferências para a Univás, de Pouso Alegre, na qual a Universidade completará 52 anos que possui o curso de Medicina, com mais professores e matérias por período, além de possuir ótimas colocações no MEC e em outras avaliações; No qual há uma diferença de valor na mensalidade em relação ao nosso curso; Outro exemplo seria a Universidade de Itaúna com a mensalidade de R$ 5.839,55, vale ressaltar que a mesma recebeu nota máxima do MEC/NEP; Estas são exemplos de Instituições boas e bem qualificadas que poderiam entrar nas possíveis ideias de transferências por vários alunos.
Lembrando que o único desconto que a UNIFENAS disponibiliza é cerca de 2% de descontos para pontualidade no pagamento da mensalidade, chegando a ser bem baixo em relação ao todo;
Nós ainda teremos toda uma mudança de cidade quando chegar o internato, o que levará a gastos maiores contabilizados para nossos responsáveis, além da mensalidade ajustada anualmente.
A nossa indignação tem embasamento:
A Lei nº 9.870/99, que regulamenta os reajustes da mensalidade, não informa qual índice deve ser seguido pelas Instituições de Ensino; dessa maneira, cada uma pode se embasar e determinar esse índice. Porém, para isso, a mesma deve dispor aos seus consumidores uma planilha informacional com a projeção da folha salarial, variação de despesas e investimentos pedagógicos e outros, a fim de justificar tais reajustes, já que, isso é o que nós, estudantes, esperamos, pois o que enxergamos é uma mensalidade maior do que a que estamos dispostos a pagar.

Portanto, nós solicitamos que seja realizada a seguinte proposição pelo setor financeiro:
• Agendamento de uma reunião com alunos da turma 39 para possibilidade de uma conversa visando acordo melhor.
• A diminuição da mensalidade em vista das outras Universidades que apresentam esse recurso.
• O congelamento de maneira imediata das mensalidades até o final do curso, 2024.
• O ressarcimento da diferença paga em 05 de Janeiro de 2020.
• Possibilidade de inclusão de programas de bolsa e descontos por processo seletivo, nota ou por outros meios. Ou abertura de um número maior de vagas para a possibilidade de concorrência no Fies.

Esperamos uma resolução rápida da UNIFENAS/ Campus Alfenas para atender nossas demandas, antes do início das aulas, pois caso não atendidas, medidas judiciais serão estudadas, e por meio disso os alunos poderão se posicionar quanto a processos seletivos de transferências externas, pois nós queremos continuar nossa jornada aqui, a fim de, nos formarmos como profissionais exemplares, mas se esse aumento gradativo continuar, infelizmente, muitos serão prejudicados e seus sonhos deixarão de existir.

Atenciosamente.

Alunos de Medicina da UNIFENAS – CAMPUS ALFENAS