Acabar com a utilização de óleo de palma que acaba por matar muitos orangotangos!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


No Sudeste Asiático, na América Latina e em África, vastas áreas de floresta tropical são destruídas e queimadas todos os dias para criar espaço para plantações de palmeiras. Desta forma, quantidades absurdas de gases com efeito-estufa são emitidas na atmosfera. 

Entre 2009 e 2011 foram destruídos quase 3 mil hectares de florestas.

Mas não é “só” o clima global que está a sofrer, também desaparecem raras espécies de animais como o orangotango, o elefante-pigmeu-de-bornéu e o tigre-de-sumatra. Muitas vezes, pequenos agricultores e indígenas que habitam e protegem a floresta são deslocados da terra deles de forma violenta.

Para além disso, o óleo de palma contém, na sua composição (após processado), substâncias cancerígenas, ácidos gordos saturados que favorecem o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, o aumento do colesterol no sangue, a diabetes... e muitas outras doenças.

Por isso, eu, aluna de oitavo ano em Portugal, decidi criar esta petição, para apelar à não utilização de óleo de palma.