AJUDE ANA PAULA A RECUPERAR SEUS FILHOS

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 25.000!

Com 25.000 assinaturas, esta petição se torna uma das mais assinadas na Change.org!

Ana Paula é engenheira, professora numa das melhores escolas técnicas do país e MULHER TRANS. Ela vive em Santa Catarina e foi INJUSTAMENTE afastada de seus TRÊS FILHOS, de 9, 7 e 6 anos. 

Em 2016, depois que sua filha mais nova nasceu, Ana fez sua redesignação sexual (procedimento cirúrgico para mudança de características genitais), AINDA CASADA, com consentimento e apoio da sua parceira, e passou a cuidar das crianças como MAIS UMA MÃE, situação que encontramos em muitos casais homoafetivos femininos hoje em dia.

Ana SEMPRE VIVEU PARA SEUS FILHOS, com uma grande dedicação atestada, inclusive, pela direção da escola onde as crianças estudam. Era ela quem sustentava os três, levava aos médicos, às aulas, acompanhava nas lições de casa, fazia os passeios, brincava, tudo porque sua maternidade sempre foi seu maior desejo. A referência de família que as três crianças têm é a família da Ana e há  mais de 01 ano eles estão sendo privados deste convívio com a mãe, com a avó que tanto amam e com todos os familiares. 

O casamento de Ana chegou ao fim em 2018, após um período conturbado na relação com a parceira, e a guarda dos filhos foi compartilhada – apesar de Ana ter inúmeras provas do quanto a outra mãe desistia de seus dias com os filhos.

Em 2018, a outra mãe encontrou novo parceiro, engravidou e começou o inferno na vida de Ana Paula. O novo casal passou a se dedicar a criar falsos relatos baseados em transfobia e discriminação, acusando Ana de crimes NUNCA COMPROVADOS, mas que foram acatados por um sistema judicial patriarcal e preconceituoso.

Há MAIS DE 01 ANO, os filhos de Ana Paula foram ARRANCADOS do seu convívio de forma abrupta, retirados de sua casa, de suas rotinas, levados para um ambiente inseguro e diferente daquele onde estavam tranquilamente sendo criados. Uma grande armação, com mentiras, alienação parental e transfobia. Isso tudo sem que Ana fosse ouvida ou pudesse mostrar suas provas, minuciosamente colhidas.

Ana tentou por várias vezes prestar esclarecimentos na delegacia, mas o delegado nunca quis ouví-la. De forma precipitada e preconceituosa o delegado a indiciou por crimes que ela NUNCA COMETEU. Ana não teve a chance de defender sua inocência diante dessa farsa, prestar depoimento, apresentar provas. NADA! Segundo a defesa de Ana, Dr. André Luís de Amorim, os fatos descritos na acusação são inverídicos e fantasiosos e a inocência dela será devidamente comprovada durante o processo.

Há MAIS DE 01 ANO, Ana Paula e seus filhos não se veem, as crianças vêm sendo confundidas com narrativas transfóbicas para aliená-las do afeto de Ana Paula. Uma INJUSTIÇA acatada por um sistema judiciário que não escuta e não executa os direitos da mãe Ana Paula, apesar da enorme juntada de provas e laudos atestando sua TOTAL CAPACIDADE financeira, emocional, psicológica e afetiva de continuar criando seus filhos LEGÍTIMOS.

“Apesar de ser revoltante, sou obrigada a respeitar a decisão judicial. Mas amo muito meus filhos e jamais vou desistir deles! Preciso ser ouvida. Preciso dos meus filhos. Sou só uma mãe em busca da verdade. Hoje estou respondendo um processo injusto, tenho certeza que a justiça será feita e serei inocentada.”, diz Ana.

Ana Paula precisa de ajuda para ecoar seu grito de dor e injustiça. Entre os apoiadores da causa da Ana, estão: a jogadora de vôlei Tifanny Abreu e o portal de notícias Põe na Roda divulgou o caso recentemente.

Assinando essa petição, você fortalece esse pedido para que a justiça seja feita, Ana Paula seja inocentada e possa recuperar o contato com os filhos que tanto ama!