Um apelo à chapa #Alcirina - Ciro, Marina e Alckmin

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 50.000!


Pagina facebook: https://www.facebook.com/alcirina12/

Evento facebook: https://www.facebook.com/events/488707661607287/
 #Alcirina #Alcirina12

 

Prezados candidatos Marina Silva, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin

Tempos extraordinários demandam medidas extraordinárias. Hoje, o Brasil caminha para um cenário de segundo turno no qual ninguém sairá vencedor. No momento de crise em que vivemos, não podemos arriscar ter o Brasil refém de governos que irão ampliar ainda mais a divisão e polarização do país. Presenciaremos no domingo (07) um dos eventos mais decisivos da nossa jovem democracia e precisamos, mais do que nunca, viabilizar uma terceira via que irá governar para TODOS brasileiros.

A surpreendente ascensão de Jair Bolsonaro é uma resposta à insatisfação com o rumo que o país tomou nos últimos anos em que foi administrado pelo PT: escândalos de corrupção, favorecimento de empresários amigos do partido e política econômica que levou o país a uma crise da qual ainda estamos nos recuperando. Se o descontentamento é justificado, a estratégia escolhida por muitos eleitores é equivocada e perigosa. Bolsonaro se fortalece através do mesmo artifício usado por João Santana nas últimas campanhas do PT: a criação de um personagem para salvar o Brasil, mas que não tem condições de conduzir a mudança esperada por muitos daqueles que hoje o apoiam.

Porém, o estelionato eleitoral do candidato do PSL é ainda mais perigoso: Bolsonaro defende medidas e faz declarações que ameaçam diretamente a já fragilizada democracia brasileira. Se eleito, ele vai apoiar e incitar discursos de ódio que colocam em risco a vida de mulheres, negros e comunidade LGBT, entre outras minorias. Temos que refletir sobre nossos privilégios e considerar questões que vão além da economia ou política, como direitos civis, liberdades individuais e segurança. O PT, apesar de tudo, respeitou institucionalmente o resultado do impeachment da Presidente Dilma Rousseff. Bolsonaro, que indicou um vice militar, pode contestar até decisões mais banais do Congresso e já se manifestou dizendo que não aceitaria outro resultado que não o da sua eleição. Esse é um risco que NÃO podemos correr!

O mais irônico desse cenário, contudo, é que aqueles que mais se opõem ao PT são justamente os que, inadvertidamente, estão colaborando diretamente para a vitória do partido no segundo turno. Bolsonaro tem uma taxa de rejeição bem maior do que a de Haddad e, devido aos seus posicionamentos odiosos e incompetência técnica, enfrenta a oposição mais forte dentre todos candidatos. Colocar o Bolsonaro no segundo turno é eleger o PT, motivo pelo qual o partido de Lula e Haddad está poupando críticas diretas ao candidato do PSL.

No entanto, um novo cenário é possível se nos organizarmos e colocarmos nossas diferenças de lado pelo bem do país. Sabemos das diferenças ideológicas e políticas e da convicção de cada um na possibilidade de vitória de suas respectivas candidaturas. Porém dispersar a maioria dos votos da oposição ao Bolsonaro e ao PT em três candidatos é colocar em risco o futuro do país. Juntos, os senhores e a senhora somam votos para oferecerem uma terceira via no segundo turno das eleições. Juntos, vencem Haddad e Bolsonaro, impedindo que o país tenha que escolher entre projetos de poder que irão aprofundar ainda mais a crise que vivemos. Juntos, os senhores e a senhora são a única esperança do povo brasileiro nesse momento de obscurantismo. É esta oportunidade histórica que está à frente de suas candidaturas: a união em prol de um projeto maior de Nação.

Por isso, fazemos um apelo para que os senhores e a senhora unifiquem os seus votos em uma única candidatura, sinalizando aos seus eleitores que votem no candidato escolhido. Pela conjuntura atual, sugerimos que esse candidato seja Ciro Gomes (PDT), o candidato dentre vocês que está mais bem colocado na pesquisa, conta com menor rejeição e ganha tanto de Bolsonaro quanto Haddad com folga. Em troca, pedimos que Ciro incorpore pontos das propostas de Marina Silva (REDE) e Geraldo Alckmin (PSDB), garantindo também que ambos partidos tenham uma posição de destaque em seu governo. No entanto, entendemos que, mais importante do que quem será o candidato, é a união dos senhores e da senhora na reta final das eleições.

Prezados candidatos, apelamos para o vosso patriotismo e esperamos que o histórico de serviço ao povo brasileiro que a senhora e os senhores possuem fale mais alto nesse momento decisivo para a história do país.

Eleitores brasileiros, não deixemos que o país sucumba ao ódio e fanatismo. Juntos podemos garantir uma terceira via para o Brasil, assine aqui o documento você também!

#ElesNao #DemocraciaSim #Alcirina

 
Cordialmente,

Pagina facebook: https://www.facebook.com/alcirina12/

 Evento facebook: https://www.facebook.com/events/488707661607287/

Repercussão na mídia: 

Ciro diz que aceitaria encabeçar chapa de união com Alckmin e Marina

https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/10/03/ciro-diz-que-aceitaria-encabecar-chapa-de-uniao-com-alckmin-e-marina.htm?utm_source=change_org&utm_medium=petition&cmpid=copiaecolahttps://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/10/03/ciro-diz-que-aceitaria-encabecar-chapa-de-uniao-com-alckmin-e-marina.htm?utm_source=change_org&utm_medium=petition

#Alcirina: O apelo por uma chapa de centro competitiva

https://www.huffpostbrasil.com/2018/10/03/alcirina-o-apelo-por-uma-chapa-competitiva-de-centro_a_23549782/

Grupo da sociedade civil divulga manifesto #Alcirina por união do centro

https://exame.abril.com.br/brasil/grupo-da-sociedade-civil-divulga-manifesto-alcirina-por-uniao-do-centro/

Grupo cria manifesto #Alcirina por união de candidaturas do centro e hashtag ganha destaque no Twitter

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7653821/grupo-cria-manifesto-alcirina-por-uniao-de-candidaturas-do-centro-e-hashtag-ganha-destaque-no-twitter

Lemann Fellows Plead for United Opposition in Brazil Vote

https://www.bloomberg.com/news/articles/2018-10-04/lemann-foundation-fellows-plead-for-brazil-centrists-to-unite