Vitória

Santo Grão: pare de operar com ovos de galinhas confinadas em gaiolas!

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 2.813 apoiadores!


Meu nome é Tiago Silva e, como muitas pessoas, eu sempre pensei que na indústria os animais fossem criados livres. Quando pensava em galinhas criadas para a produção de ovos, eu acreditava que elas podiam ciscar na grama, fazer ninhos para botarem seus ovos e correr livres. No entanto, eu descobri que isso não é verdade.

No Brasil, a horrível prática do confinamento de galinhas em gaiolas, considerada uma das piores formas de sofrimento animal, ainda é extremamente comum. Essas galinhas são mantidas em gaiolas minúsculas, sem condições de andar, esticar suas asas ou expressar muitos comportamentos que lhes seriam naturais. Esse, infelizmente, é o destino de milhões dessas pobres aves aqui no Brasil. Nos sistemas que confinam galinhas em gaiolas, muitas vezes as galinhas ficam presas, sofrem lacerações ou têm membros mutilados no aramado das gaiolas ou sob as bandejas de ração. Frequentemente elas sofrem e morrem. Aves mortas muitas vezes são deixadas em decomposição em meio a galinhas ainda botando ovos para consumo humano.

Como muita gente, eu nunca tinha imaginado que tantas galinhas fossem submetidas a tamanho sofrimento. Me dói muito só de pensar que isso é algo que ainda acontece atualmente.

Fiquei ainda mais surpreso ao saber que o Santo Grão ainda não anunciou um compromisso claro e inequívoco banindo por completo o uso de ovos de galinhas confinadas em gaiolas em seus produtos. Amor aos Pedaços, Starbucks, Casa do Pão de Queijo, Rei do Mate, Mr. Fit e várias outras empresas já se comprometeram a parar completamente de utilizar ovos de galinhas submetidas ao confinamento em gaiolas. O Santo Grão, no entanto, ainda não o fez.

Para mim, está na hora de o Santo Grão anunciar uma política de não mais usar ovos de galinhas confinadas em gaiolas em todos os seus produtos, com o compromisso de completar essa transição dentro de um prazo razoável.

Por favor, assine esta petição pedindo ao Santo Grão que assuma um compromisso público de parar de permitir este sofrimento animal em sua cadeia de suprimentos e pare de utilizar ovos de galinhas submetidas a confinamento em gaiolas em seus produtos.

Assine e compartilhe a petição!
Tiago Silva com a Mercy For Animals no Brasil

 



Hoje: Tiago Silva com a Mercy For Animals no Brasil está contando com você!

Tiago Silva com a Mercy For Animals no Brasil precisa do seu apoio na petição «Santo Grão: pare de usar ovos de galinhas confinadas em gaiolas em seus produtos!». Junte-se agora a Tiago Silva com a Mercy For Animals no Brasil e mais 2.812 apoiadores.