LIXO E FOGO NO BAIRRO RUDGE RAMOS

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Na rua Higienópolis, no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, pessoas fazem o descarte de lixo em local proibido e ateiam fogo nos resíduos diariamente. Ao passar pelo local é possível observar a fumaça preta, muitas vezes com odor tóxico, que se estende por uma grande área, atingindo a avenida Lauro Gomes/Guido Aliberti até a Faculdade Mauá e comprometendo a visibilidade dos motoristas no local.

Com o verão se aproximando, nossa preocupação aumenta, pois o fogo pode se espalhar, atingir a rede elétrica e causar inúmeros acidentes. Os relatos de problemas respiratórios por moradores do entorno são corriqueiros, já que estamos com índices de umidade do ar baixíssimos. Isso se agrava quando levamos em conta o número de idosos que moram nas imediações, que são mais vulneráveis a complicações de saúde.

Queimar lixo doméstico é crime,  sujeito a multa de R$ 1.500,00 por m² e detenção de seis meses a cinco anos. No local, funciona uma empresa de resíduos sólidos (não sabemos se devidamente regulamentada, já que não tem fachada e funciona aparentemente num local abandonado). Eles depositam as "sobras" dos resíduos como móveis, sobras de construção civil, lixo orgânico, dentre outras coisas na rua, em local sinalizado com a placa "Proibido Jogar Lixo". É comum ver pessoas em situação de rua levando mais resíduos ao local e até mesmo civis. Isso traz ratos, baratas e outros agentes causadores de doenças ao local. É possível ver ratos enormes atravessando a rua em plena luz do dia, o que fica mais grave quando se leva em conta a proximidade com o córrego dos Dois Meninos, que também atrai bichos. 

Durante uma semana, todos os dias, os bombeiros foram acionados para apagar o fogo e evitar incêndios de grandes proporções. Isso nos leva a refletir o quanto é prejudicial dirigir recursos e profissionais que poderiam estar salvando vidas para sanar um problema causado por pessoas que descumprem as leis e desrespeitam o meio ambiente.

A polícia militar e a prefeitura de São Bernardo do Campo já foram contatadas, mas nada foi feito até agora. Um fato que chama atenção é que se o endereço for colocado no Google, as fotos mostradas tem sinais visíveis de fogo e lixo, o que reforça a necessidade de uma solução urgente. Contamos com a sua assinatura para combater ações desse tipo e tentar fazer com que o Prefeito Orlando Morando e equipe atendam essa demanda de total interesse não só de São Bernardo do Campo, mas também de São Caetano do Sul.



Hoje: BAIRRO está contando com você!

BAIRRO RUDGE RAMOS precisa do seu apoio na petição «Prefeitura de São Bernardo do Campo: LIXO NO BAIRRO RUDGE RAMOS». Junte-se agora a BAIRRO e mais 157 apoiadores.