Inclusão para acompanhamento ABA na rede pública para crianças Autistas e outras

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 10.000!


Meu neto tem atualmente 8 anos, e cursa o segundo ano fundamental 1, e ainda não esta alfabetizado, é grande o esforço da minha filha para acompanha-lo, mas ela não vê mudanças já que além do espectro autista também tem outros três transtornos. Lamentavelmente hoje não existe preparação para ensinar crianças autistas, são poucos os professores que tem especialização, as crianças e jovens com algum problema cognitivo, emocional, social, linguagem ou autonomia, pessoas com Transtornos do Desenvolvimento e Transtornos do Espectro do Autismo tem muitas dificuldades para ser incluído dentro de  uma escola normal, nada contra a escola normal, só deveria ser incorporado novas técnicas de aprendizado, é entre elas a terapia ABA.

Ao qualificar e especializar os professores, acredito seria muito melhor, ao final de contas, nós como família, temos a preocupação de nosso ente querido e com alguma incapacidade fique preparado para enfrentar a sociedade e a vida, me sinto impotente e sem recursos, para ajudar meu neto, tenho conhecimento de muitas famílias que passam pelo mesmo problema, hoje cada 10 crianças 4 são autistas ou com algum transtorno.

Assim como o Sistema Único de Saúde SUS vem fazendo esforços de melhorias para com Estados e Municípios, colocando equipes de apoio a famílias carentes, para serem incorporados ao atendimento, assim como o acompanhamento de idosos e mulheres gestantes, fazendo visitas domiciliares, e capacitando com educação continuada aos seus funcionários, da mesma maneira deveria investir em capacitação aos professores, com preparação para poder dar qualidade de ensino a nossas crianças e adolescentes portadores de algum transtorno. 

Venho aqui manifestar minha preocupação.