Deixem o comércio de Curitiba trabalhar!

Deixem o comércio de Curitiba trabalhar!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!
Com 5.000 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!
Acelera Varejo criou este abaixo-assinado para pressionar Prefeito Rafael Greca

Segundo dados da imprensa, o sistema de saúde de Curitiba encontra-se quase em lotação máxima, mas certamente, a culpa não é do comércio.

Enquanto os ônibus circulam pela cidade abarrotados de pessoas aglomeradas, o comércio manteve suas atividades de forma responsável, respeitando as orientações de saúde pública, como o uso de máscaras, álcool em gel e limitando o número de atendimentos. Muitas vezes indo além das determinações legais, cumprindo seu papel na sociedade. Enquanto festas e aglomerações ocorriam no carnaval, o comércio estava trabalhando, desesperadamente buscando apenas pagar as contas dos prejuízos acumulados, por vários meses desastrosos gerados por essa pandemia.

O CRM-DF publicou nota pública, contra a prática do "lockdown", se utilizado como ferramenta de contenção do COVID-19. A própria OMS destaca os efeitos sociais e econômicos negativos no uso desta estratégia.
A situação atual da saúde pública não é fruto da atividade do comércio, e tirar o sustento de milhares de famílias a beira do colapso financeiro não vai solucionar nada.

Queremos apenas trabalhar. Este documento é para você manifestar o seu apoio à manutenção da atividade do comércio, sem que seja obrigado a acatar o lockdown e ajudar a salvar o sustento de inúmeras famílias.

Você apoia esta ideia? Assine conosco!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!
Com 5.000 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!