Retorno imediato do Delegado Bruno Boaventura e Cassação do Deputado Olyntho Neto.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 25.000!


Em ato de perseguição, o Governador Mauro Carlesse comete improbidade administrativa ao exonera o Delegado de Araguaína Bruno Boaventura a pedido do Deputado Olyntho Neto, líder do Governo na Assembléia. Investigações constataram indícios de corrupção na contratação sem licitação da empresa de lixo hospitalar.

Ex-juiz eleitoral e pai do deputado estadual Olyntho Neto (PSDB), João Olinto Garcia de Oliveira foi alvo de mandado de busca e apreensão e de prisão preventiva no âmbito da Operação Expurgo da Polícia Civil (PC) em Araguaína que investiga o depósito irregular de 180 toneladas de resíduos hospitalares em um galpão no Distrito Agroindustrial de Araguaína (Daiara). O empresário é considerado foragido. As medidas foram autorizadas pelo juiz plantonista Álvaro Nascimento Cunha.

João Olinto Garcia de Oliveira é sócio da Sancil Sanantônio Construtora e Incorporadora, contratada sem licitação pela Secretaria da Saúde do Tocantins (Sesau) para realizar serviços de coleta, transporte, tratamento e armazenagem de lixo hospitalar do Hospital Regional de Araguaína (HRA), segundo a PC, sem qualquer capacidade técnica para a prestação do referido serviço. A empresa recebia mais de R$ 500 mil mensais.

A investigação verificou que no contrato social da empresa constam ainda os nomes de Ludmila Andrade de Paula e Waldireny de Sousa Martins, as quais são funcionárias do escritório de advocacia de João Olinto, o que levou a PC a entender que ambas estavam sendo utilizadas como “laranjas” pelo pai do deputado, como meio de ocultar seu patrimônio e consequente enriquecimento ilícito.

O Deputado Olyntho Neto durante a campanha teve o irmão preso com R$ 500.000,00 em um carro da Assembleia Legislativa do TO e já há inquérito aberto para apurar a origem do dinheiro.



Hoje: Partido NOVO 30 está contando com você!

Partido NOVO 30 Tocantins precisa do seu apoio na petição «Petição que vai anular a exoneração do Delegado Bruno Boaventura e pedir a Cassação do Deputado Estadual Olyntho Neto (PSDB).». Junte-se agora a Partido NOVO 30 e mais 15.135 apoiadores.