Salve os botos da Amazônia: exija a permanência da moratória da Piracatinga

Salve os botos da Amazônia: exija a permanência da moratória da Piracatinga

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 75.000!
Com 75.000 assinaturas, esta petição se torna uma das mais assinadas na Change.org!
Sea Shepherd criou este abaixo-assinado para pressionar Jairo Gund (Secretário de Aquicultura e Pesca - SAP/MAPA) e

É estimado que as populações de botos-cor-de-rosa da Amazônia diminuam pela metade a cada 10 anos. Neste ritmo, se não tomarmos nenhuma medida, esta espécie tende a ser extinta em apenas algumas décadas.

Uma das ameaças recentes a este golfinho de rio tão icônico é a matança intencional por pescadores para o uso de sua carne como isca para a pesca da piracatinga, um peixe bagre que não é de consumo típico de amazonense, e não possui valor comercial no Brasil. Jacarés também são ilegalmente usados como isca para a captura deste peixe.

A piracatinga é exportada ilegalmente para a Colômbia, ou segue rumo ao país via seu vizinho do Peru. O comércio de piracatinga na Colômbia é proibido, já que este é um peixe com altíssimas concentrações de mercúrio e outros tóxicos danosos à saúde. 

Os botos-cor-de-rosa (Inia geoffrensis) são animais únicos, que só existem na bacia Amazônica e Orinoco. A morte intencional dessas espécies é um ato ilegal desde 1988, assim como a morte de jacarés, portanto seu uso como isca, assim como o comércio deste peixe na Colômbia, são práticas permanentemente ilegais.

Desde 2015 há uma moratória temporária que proíbe a pesca e comercialização da piracatinga no Brasil. Esta moratória foi renovada duas vezes e sua última versão, a portaria SAP/MAPA Nº 271, de 1º de julho de 2021, que estava prevista para acabar em 02 de julho de 2022, foi novamente renovada, para somente mais 1 ano, como divulgada na portaria SAP/MAPA Nº 1.082, de 22 de junho de 2022.

Mesmo com esta decisão, a nossa luta continua! A Sea Shepherd e seus apoiadores nesta causa acreditam que não há nenhuma justificativa para somente 1 ano de extensão. Precisa-se de no mínimo 12 anos para estudar o real impacto de uma lei vigente na proteção destas espécies.

Precisamos que a moratória SEJA POR TEMPO INDETERMINADO: só assim nós teremos tempo suficiente para estudar a saúde populacional desta espécie desde a aplicação da moratória, e conseguiremos exigir uma fiscalização adequada para a proteção dos botos da Amazônia.

Se esta moratória for cancelada ano que vem e nada for feito, a estimativa é que esta espécie desapareça do planeta em apenas algumas décadas. #NãoDeixeoBotoVirarLenda

Assista aqui ao mini documentário Rota Vermelha para mais informações e conto com você para salvar o #BotoDaAmazônia!

*Petição atualizada em 28.06.22.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 75.000!
Com 75.000 assinaturas, esta petição se torna uma das mais assinadas na Change.org!