Não queremos rodeio em Monte Alegre do Sul!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


NÃO EXISTE RODEIO SEM CRUELDADE!

Existem diversos documentos oficiais atestando o sofrimento e maus tratos aos animais na prática do rodeio, que vem de origem norte-americana, como os laudos emitidos pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e do Instituto de Criminalística do Rio de Janeiro.

Para quem acredita que não é crueldade:

O sedém (cinta), ao comprimir a região dos vazios do animal, provoca dor, porque nessa região existem órgãos como parte dos intestinos, bem como a região do prepúcio, onde se aloja o pênis do animal. Portanto, o ato do animal corcovear é a comprovação de sua dor e estresse, fazendo com que instintivamente tente se livrar de todos os apetrechos que lhes colocam;

8 segundos é o tempo que o peão deve permanecer no dorso do animal, porém deve-se lembrar que o sedém é colocado e comprimido tempos antes do animal ser colocado na arena (ainda no brete) e também tempos depois da montaria. Além disso, há declarações de peões de que treinam de 6 a 8 horas diárias, portanto, todo este tempo o animal estará sendo maltratado. 

Trazer isso de volta a Monte Alegre do Sul é um enorme retrocesso, em vista que em várias cidades de São Paulo isso está proibido por lei e algumas cidades por decisões judiciais. 

Não vamos deixar nossa linda e tranquila cidade cair nessa crueldade, vamos defender nossos animais, não vai ser um rodeio com “respeito” aos animais, não caiam nessa! 



Hoje: Vanessa está contando com você!

Vanessa Bernardino precisa do seu apoio na petição «Não queremos rodeio em Monte Alegre do Sul!». Junte-se agora a Vanessa e mais 2.323 apoiadores.