PARA ORGANIZAR O TURISMO EM ILHABELA #COVID19

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Para conter o covid-19, Ilhabela fez um controle rígido de acesso por 3 meses, com auxílio para os munícipes poderem cumprir a quarentena. Preparou uma estrutura de triagem e testagem, com acompanhamento pela saúde básica para os infectados cumprirem o isolamento. Assim, temos 28% da população testada, 92% dos infectados recuperados, 11 óbitos com média de idade de 78 anos (menor letalidade de todo o litoral). Mesmo com a abertura total e descontrolada da balsa pela justiça, que resultou no pico de casos em julho, as medidas tomadas pelos cidadãos e pelo comércio (protocolos sanitários) fizeram com que o número de casos baixasse consideravelmente.Assim, economia e saúde estão em um momento de começar a se equilibrar. A rede hoteleira está trabalhando com 70% de sua capacidade e com ocupação praticamente completa.

No entanto, o número de pessoas que estão vindo para a cidade e com um comportamento inadequado (não respeitam uso de máscara e distanciamento mesmo assinando termo de compromisso) está assustando os moradores e colocando todo o trabalho feito até aqui em risco. Tememos muito que a curva de contaminados por covid volte a crescer e que os negócios tenham que recuar e fechar novamente. Por isso, pedimos que a exemplo de outros destinos turísticos, Ilhabela só permita a entrada de TURISTAS QUE TENHAM HOSPEDAGEM CONFIRMADA sejam em hotéis, pousadas ou casa de aluguel, às sextas, sábados, domingos e feriados. Assim pretendemos evitar cenas grotescas como as vividas nesse feriado, onde pessoas dormiram em carros e nas ruas, degradando e superlotando praias e a vila.