Justiça por Lucas ! Não foi um acidente !

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


No dia 28 de Maio de 2020 às 03:00 horas da madrugada, perdi meu filho Lucas de 26 anos num crime de trânsito. Seria um acidente se, o condutor e os três passageiros não estivessem completamente bêbados.

O carro Fox Preto passou no farol vermelho sem qualquer cautela e o atingiu na sua moto, jogando a uma altura de quase 2 metros. Tanto o motorista quando os passageiros desceram do carro, olharam para o corpo no chão e fugiram sem prestar socorro ao meu filho que ainda estava vivo. O motorista sai correndo com o carro e os passageiros a pé.

Infelizmente meu filho não sobreviveu ao acidente mas para nossa sorte, encontramos a placa do veículo no chão que foi essencial para iniciarmos a nossa procura por provas para entender o que tinha acontecido. O primeiro delegado do 24 DP, conseguiu identificar o condutor que para nossa surpresa era amigo do meu filho e morava no mesmo prédio. Durante a espera no IML para liberação do corpo, minha familia saiu procurando filmagens nos prédios próximos ao acidente e obtivemos a informação que o condutor estava escondido em Cidades Tiradentes na casa de parente mas a polícia não foi a sua procura. No dia seguinte, o condutor se apresentou acompanhado de um advogado, chorando com cara de arrependido mas negou que estivesse bêbado.

Conseguimos identificar os passageiros e pra nossa surpresa mais um amigo estava no carro, obtivemos outras imagens que provam que desceram do carro com copos na mão, inclusive não o largaram quando correram do local, temos testemunhas que confirmam a nossa versão e viram tudo na hora do acidente e o mais importante, conseguimos provar através de fotos que o condutor sempre está bebendo e um dos passageiros ao solicitar perdão ao pai do meu filho, confirmou que todos estavam bem loucos e que não tinham condições de ficar ali.

Tudo esta muito nebuloso, o delegado do 65DP se mostra resistente às nossas provas e pouco fez para nos ajudar, parece até que nós somos os criminosos. Um dos passageiros que por livre e espontânea vontade falou com o pai do Lucas que mora no Japão, prestou depoimento falando mentiras, nada bate com o video que temos. Eu como mãe e com uma dor insuportável e irreparável, peço justica ! Não estamos falando de um acidente, estamos falando de alguém que bebeu, dirigiu, passou no farol vermelho,  não prestou socorro e fugiu do local.

Até quando teremos esse tipo de injustica no Brasil ? Quantos ainda terão que morrer ? Porque a palavra de alguém que fugiu pra não fazer o teste toxicológico vale mais do que as imagens e tudo que conseguimos ? Nos ajudem por favor ! Nada trará meu filho de volta mas, o Brasil precisa mudar e justiça tem que ser feita.