Maurício Lopes, presidente da Embrapa, anule a demissão do pesquisador Vicente Almeida

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


  1. No dia 28/02/2018 a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA demitiu Vicente Soares Almeida, Engenheiro Agrônomo, Mestre em Impactos ambientais e pesquisador concursado da área de Impactos Ambientais que desempenhava suas funções desde 2005.
  2. Para a Embrapa, Vicente Almeida descumpriu dispositivos do seu "Código de Conduta e Código de Ética". Tal violação estaria impondo desgaste a imagem da empresa por denunciar às autoridades competentes, desvios e irregularidades trabalhistas, ambientais, financeiras e administrativas, muitas delas com processos judiciais já transitado em julgado, como a recente decisão do TST sobre assédio moral na empresa;(http://portal.mpt.mp.br/wps/portal/portal_mpt/mpt/sala-imprensa/mpt+noticias/bac4051a-c9aa-4197-bef1-70dcd62e9bc3).
  3. Os impactos dos estudos científicos e o posicionamento de pesquisadores de instituições públicas diante dos problemas impostos à saúde e aos ecossistemas pelos modelos produtivos e desenvolvimentistas têm sido motivo de controvérsias e debates. Pesquisadores que atuam na avaliação de impacto dos agrotóxicos e transgênicos, e que estudam a agricultura familiar e agroecologia ainda são um segmento pequeno e que recebe pouco apoio do Estado brasileiro comparados ao segmento de pesquisadores que fazem a apologia ao agronegócio.
  4. As relações do mercado com as instituições de pesquisa do Estado brasileiro e o conflito de interesses ainda é um tema pouco debatido pela sociedade brasileira.  Na atual conjuntura política brasileira esse quadro vem gerando distorções, pressões, tentativas de censura e intimidações de pesquisadores que colocam a ciência no seu papel original na defesa da vida frente a outros interesses.
  5. Recentemente, casos recentes de pesquisadores da Fiocruz[1][2] e de algumas  Universidades Federais[3] e Estaduais são exemplos de tentativas de censura e intimidação.
  6. Vicente Almeida tem se destacado em sua atuação como pesquisador, produzindo artigos científicos e capítulos de livros voltados para a Transição Agroecológica, Saúde Ambiental no campo e impacto socioambiental dos agrotóxicos na agricultura, compondo grupos de pesquisas no país sobre o tema.
  7. Finalmente, repudiamos com veemência a demissão desse servidor público, que não teve seu direito de ampla defesa garantido, e solicitamos a EMBRAPA a revisão de sua decisão.
    _____

[1] https://www.abrasco.org.br/site/noticias/institucional/nota-abrasco-contra-censura-e-intimidacao-de-pesquisadores-e-pelo-direito-de-se-produzir-ciencia-em-defesa-da-vida/32541/

[2] https://portal.fiocruz.br/pt-br/content/fiocruz-divulga-nota-publica-contra-censura-de-pesquisadores

[3] https://www.change.org/p/autoridades-competentes-do-estado-de-s%C3%A3o-paulo-e-do-brasil-manifesta%C3%A7%C3%A3o-p%C3%BAblica-somos-todos-carlini?recruiter=662300180&utm_source=share_petition&utm_medium=email&utm_campaign=share_email_responsive



Hoje: Elizângela está contando com você!

Elizângela Araújo precisa do seu apoio na petição «Maurício Antônio Lopes: Maurício Lopes, presidente da Embrapa, anule a demissão do pesquisador Vicente Almeida». Junte-se agora a Elizângela e mais 3.493 apoiadores.