Em defesa da vida da profª. Mara, transfira os estudantes agressores da ETEC de Franco!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Excelentíssimo Governador do Estado de São Paulo, João Doria,

 


Viemos, por meio desta, tendo em vista a vossa preocupação veiculada pela mídia em “ter como princípio fundamental garantir a saúde e a vida dos alunos e profissionais de Educação”, exigir que Vossa Excelência providencie imediatamente a transferência compulsória dos estudantes agressores denunciados pelo Ministério Público Estadual por ato infracional (art. 103, ECA) análogo ao crime descrito no artigo 147 do Código Penal, crime de ameaça de morte contra a vida da Prof.ª Mara, para que a professora não continue sendo obrigada a trabalhar com aqueles que ameaçaram lhe tirar a vida com claras referências ao Nazismo e seus métodos.


Fazemos este apelo tendo em vista que o problema não foi solucionado pela Direção da ETEC de Franco da Rocha e pela Superintendência do Centro Paula Souza (CPS), como consta no documento SPDOC nº 2952366/2019 e no despacho número 34/2020 – GDS, do CPS.

 

 


Texto atualizado em: 16/09/2020