Abaixo-assinado encerrado

Investiguem Alexandre Frota e Rafinha Bastos pelo relato de estupro no programa Agora é Tarde

Este abaixo-assinado conseguiu 40.230 apoiadores!


Alexandre Frota precisa ser punido. Essa semana veio à tona um vídeo em que o ex-ator pornô diz ter estuprado uma mulher. A confissão aconteceu no programa "Agora é Tarde" que foi ao ar em maio de 2014, com reprise no fim de fevereiro de 2015 pela TV Bandeirantes. Frota narra os detalhes do crime entre gargalhadas, encenações e uma avalanche de preconceitos. O apresentador, Rafinha Bastos, ri do passo-a-passo do suposto abuso sexual. Ao fim, pede ao público "uma salva de palmas para essa história maravilhosa". A vítima seria uma mãe de santo que acabou desmaiando devido à brutalidade dos golpes sofridos. Mesmo desacordada, revela Frota, ela continuou a ser estuprada por ele.

Se tudo não passou de um "causo", uma "piadinha", como agora argumenta Rafinha Bastos nas redes sociais, estamos diante de um outro crime: o de apologia ao estupro. Nenhum cidadão, nenhum canal de TV -uma concessão pública- pode ser condescendente ou compactuar com criminosos sob pena de associação ao crime. É preciso responsabilidade e discernimento para distinguir o que é humor e o que é crime. A direção do "Agora é Tarde" tinha controle sobre a pauta e a edição do programa e optou por dar destaque, em tom de galhofa, à história do estupro alardeado pelo estuprador. Assume, assim, a promoção da violência contra a mulher.

Esta petição, encaminhada ao Ministério Público, solicita a rigorosa investigação dos fatos narrados por Alexandre Frota com incentivo do apresentador Rafinha Bastos, além da severa punição, seja para o caso de estupro, seja para o caso de apologia à violência sexual.

Estupro é crime hediondo e acontece em número alarmante no Brasil. Grande parte dos casos permanece invisível: as delegacias não estão preparadas para fornecer um atendimento digno às vítimas e, não raro, as mulheres, sentindo-se envergonhadas diante da sociedade machista, preferem o silêncio. Os criminosos, assim, permanecem impunes e reincidentes. Que a punição dos envolvidos nesse fato lamentável sirva de exemplo e ajude a reduzir (oxalá neutralizar) a violência sexual no País. Por favor, assine e divulgue.



Hoje: Eliza está contando com você!

Eliza Capai precisa do seu apoio na petição «Investiguem o relato de estupro no Agora é Tarde! @TVBand @rafinhabastos #Frota #estupro». Junte-se agora a Eliza e mais 40.229 apoiadores.