MOVIMENTO CASA DAS ONZE JANELAS - Contra o desmonte!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Décadas atrás constituiu-se um Gabinete de Papéis no Museu Casa das Onze Janelas, com projeto museológico e arquitetônico desenhado para acolher obras de arte em papel do acervo do Estado do Pará, nesse suporte tão delicado e frágil ao clima da região Norte. Arquitetura, museologia, educativo etc., e vários profissionais envolvidos na construção desse ambiente com dinheiro público. Espaço que ativa processos museológicos, história da arte e memória. Nos últimos dias de abril o gabinete foi desmontado e remontado em outro prédio, sem consulta pública, sem considerar questões museais, sem reflexão sobre seu papel para a sociedade ou sobre os processos técnicos, conceituais, simbólicos e financeiros envolvidos em sua criação e permanência. 

O mais grave: este espaço de arte foi desmontado para a construção de um museu de gastronomia. Há anos o Museu Casa das Onze Janelas foi ameaçada de fechar para que lá se construisse um polo gastronômico; a sociedade se manifestou e o decreto foi extinto! Agora, neste novo governo, retoma-se o mesmo desrespeito às artes. Na surdina, uma sala importantíssima para a Arte, a Museologia e a Cultura é desmontada sem debate com a sociedade!

Ajude na luta para reverter essa agressão e desrespeito ao povo do Pará!

Assine esta petição para que o Gabinete de Papéis volte ao seu local e o Museu Casa das Onze Janelas, o museu de arte contemporânea do Pará, não seja desmontada!!!

PELO MUSEU CASA DAS ONZE JANELAS!!!

Abaixo a Carta enviada pelo Movimento Casa das Onze Janelas:

CARTA ABERTA
Ao
Sistema Integrado de Museus- SIM
Sr. Armando Sobral
Diretor

Nos últimos dias diversos rumores vem tomando de assalto as redes sociais sobre mudanças de uso de salas do Museu de Arte Casa das Onze Janelas, mais especificamente sobre o fechamento da Sala Ruy Meira, que abriga o Gabinete de Papéis, para ser ocupada com projeto de museu gastronômico.
As informações veiculadas sinalizam claramente a retomada, pelo atual governo, do intento de criação de um polo gastronômico que se utiliza indevidamente dos espaços daquele museu de arte colocando em risco a permanência do projeto artístico legitimamente consolidado em 17 anos de atuação.

Lembramos que o referido polo foi foco de intenso embate entre o Governo do Estado, na gestão de Simão Jatene, e a sociedade civil, e a mobilização entre artistas e intelectuais gerou grande eco na imprensa, ultrapassou as fronteiras nacionais e culminou inclusive na revogação do decreto que continha as linhas gerais daquele projeto.

Considerando as manifestações de atores culturais sobre o assunto solicitamos ao SIM, e consequentemente à Secult, na pessoa de sua representante máxima, Sra. Úrsula Vidal, uma audiência aberta à comunidade em geral, para esclarecimentos sobre o referido projeto.
Acreditamos ser imprescindível, em um ambiente democrático, que decisões que afetam o uso de um equipamento cultural público já consolidado sejam tomadas a partir de consulta com o segmento social por ele atendido. Aguardamos, com brevidade, uma posição quanto ao referido pleito, certos de contar com sua compreensão.

Subscrevemo-nos,

Atenciosamente.

Movimento Casa das Onze Janelas