Impedir o comércio de animais vivos no Mercado Central de Belo Horizonte!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 50.000!


Animais vivos de diversas espécies são comercializados diariamente no Mercado Central em Belo Horizonte. Estes são vendidos sem garantias de saúde ou do bem estar animal nos criadouros de origem. Muitos destes animais são vítimas de maus tratos e são comercializados doentes.

Para todos que alguma vez frequentaram este ambiente, já observaram quantos animais tristes, de aparência doente e cansada estão em gaiolas minúsculas e em um ambiente estressante? Já imaginaram como devem ser os criadouros, com matrizes aprisionadas e condenadas a parir ninhadas inteiras, uma após a outra apenas para que seus filhotes sejam fonte de renda para outros?

Não há também controles sanitários adequados no ambiente onde estes são comercializados. Animais convivem no mesmo ambiente em que se comercializam alimentos para consumo humano. Assim, os frequentadores do mercado estão sujeitos a adquirir algum problema de saúde ou doença contraída destes animais.

Você gostaria de tomar o seu café da manhã no mesmo lugar em que fica uma família de patos engaiolados e sujos de fezes? Você considera isto adequado de acontecer em uma das maiores capitais do Brasil em pleno século 21?

Uma solução é restringir o comércio de animais vivos neste ambiente para resolver a questão sanitária e da exploração animal.

Também será necessária a exigência de fiscalização dos criadouros destes animais, como canis, gatis e granjas.

Neste abaixo-assinado venho propor que lutemos pela restrição ao comércio de animais vivos no mercado central municipal de Belo Horizonte.



Hoje: Charles está contando com você!

Charles Quirino Pimenta precisa do seu apoio na petição «Impedir o comércio de animais vivos no Mercado Central de Belo Horizonte!». Junte-se agora a Charles e mais 47.798 apoiadores.