Pela demissão e prisão dos policiais militares que agrediram uma mulher em Parelheiros, SP

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 300.000!


PM pisou no pescoço de mulher negra e arrastou a vítima na zona sul de SP. A comerciante teve ferimentos no rosto, nas costas e quebrou a perna. Ela foi agredida ao tentar defender um amigo, que fora dominado pelo PM e estava imobilizado, no chão. A tíbia da mulher foi quebrada, a perna também, e ela foi arrastada no chão.

Um policial foi afastado, mas isso não é o suficiente. Do mesmo jeito que essa mulher negra foi agredida, muitas e muitos outros são, e meses após o afastamento, os PMs voltam a ativa, praticando racismo e genocídio do povo negro sem pensar duas vezes.

O caso foi semelhante ao de George Floyd mas nem por isso tem ganhado atenção. A demissão e a prisão dos agressores da mulher é o mínimo a ser feito.