NÃO À DEMISSÃO DO DR. TAYAR

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Ilmo Sr. Secretário de Estado de Saúde do Distrito Federal,

Diante da publicação no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 27 de junho de 2019 da demissão do servidor médico pediatra, Carlos Alberto Tayar, matrícula 128.328-6, cuja ausência tem muito nos incomodado, nós servidores da SES/DF que com ele convivemos, vimos externar que:

1)    Trata-se de um servidor cuja prática profissional humanizada e tecnicamente competente o faz extremamente diferenciado dentre os servidores desta Secretaria: um servidor assíduo, pontual, proativo,  comprometido com a qualidade do serviço e consequentemente, com a busca das soluções dos problemas da unidade, do hospital e da SES.

2)    Considerando que o HRAN, é um hospital de ensino, sua ausência também é sentida na precisão dos seus diagnósticos, na sua prática docente da preceptoria, na sua relação interpessoal com todos os profissionais e especialmente junto às mães aos recém-nascidos por ele assistidos. Trata-se de um exemplo para todos os profissionais e aos estudantes por ele supervisionados.

3)    Nós que convivemos com ele parte desses seus 31 anos de SES, temos a convicção de se tratar de ser um ser humano responsável, compassivo, solidário, generoso, sereno, alegre, cuja presença sempre motivou a todos a serem melhores e a trabalhar com mais alegria, motivação e responsabilidade.

4)    Foram mais de 31 anos de dedicação e profissionalismo em diversos serviços da SES, estando ele, portanto, bem próximo à sua aposentadoria quando foi demitido, o que representa uma injustiça para com um profissional com esta trajetória de trabalho, principalmente, por ter feito a opção de dedicar-se tanto ao serviço público.

5)    Assim sendo, seu desligamento, tendo a jornada de trabalho de 40 horas, deixou um vazio pelo que ele representa para a equipe da Unidade de Neonatologia do HRAN, sua rotina de trabalho na enfermaria da maternidade Alojamento Conjunto (Alcon), no Centro Obstétrico, na Unidade de Cuidados Intermediários em neonatologia (UCIN) e junto ao Banco de Leite.

6)    Diante do exposto, solicitamos que seja reconsiderada a decisão da demissão e que o servidor Carlos Alberto Tayar seja reincorporado ao quadro de pediatria/neonatologia da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, particularmente da Unidade de Neonatologia do HRAN.

Brasília, 04 de dezembro de 2019.