#Eleições Candidato(a) à Prefeitura de POA: o que você fará pela Educação caso eleito(a)?

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 25.000!


Diante da pandemia e da crise que enfrentamos no Brasil, o futuro educacional de nossas crianças e adolescentes é incerto. Com a eleição municipal se aproximando, nos preocupamos especialmente com o que os(as) candidatos(as) à Prefeitura de Porto Alegre farão pela Educação Básica na nossa cidade. O ano de 2020 está sendo extremamente difícil para os milhares de estudantes da rede municipal. Portanto, 2021 e os anos seguintes serão cruciais.

Queremos saber como o(a) futuro(a) prefeito(a) da cidade coordenará o plano de retomada às aulas. Como tudo o que foi perdido será reposto? Como teremos segurança e tranquilidade para levar nossos filhos e filhas para a escola neste cenário de pandemia do novo coronavírus?

Como conseguiremos retomar a economia da nossa cidade e nossos trabalhos com a certeza de que nossas crianças não estarão expostas ao vírus nas creches e escolas da rede municipal? Além disso, precisamos tanto de mais qualidade nas creches e na educação infantil, quanto de ampliação de acesso a esse direito.

Porto Alegre está entre as capitais que mais investem em educação (cerca de R$ 17 mil por aluno por ano). Mas teve um dos piores resultados do país no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 na rede municipal . Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a cidade está em penúltimo lugar no ranking, ocupando a 25º posição com 4,9 pontos, atrás apenas de Aracaju. A meta para 2019 era de 5,6. Nos anos finais do Ensino Fundamental, Porto Alegre está em 21º lugar, com nota 3,7, para uma meta de 5. Como vocês, candidatos(as) à prefeitura de Porto Alegre, pretendem melhorar o Ideb na rede municipal de ensino?

Quais serão as ações dos(as) candidatos(as) para o cumprimento e monitoramento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE)? Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, é uma das metas do PNE, com atendimento de, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica.

Uma vez que as escolas da cidade que têm turno integral apresentam notas mais altas no Ideb, quais são as propostas das candidaturas à Prefeitura de Porto Alegre em relação ao plano integral nas escolas municipais?

Nos próximos anos, Porto Alegre receberá mais de R$60 milhões do Fundeb. Como vocês pretendem utilizar esse recurso?

Para que a comunidade escolar funcione efetivamente, é essencial olhar também para os docentes. A formação de professores(as) está contemplada em seus planos de governo, candidatos(as)? 

Nós, abaixo-assinados, queremos saber como será o mandato de vocês em relação a esse tema essencial em nossa cidade que é a Educação Básica.

Assine se você também quer pressionar por respostas dos(as) candidatos(as) à Prefeitura de Porto Alegre!