Ecopassagens e sinalização de animais silvestres nas rodovias estaduais e federais do país

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Todos os dias, milhares de animais silvestres são mortos em atropelamentos nas rodovias que cruzam as áreas rurais em todos os estados do Brasil. Muitas destas espécies, figuram na lista de animais sob risco de extinção. O problema é tão ou mais impactante que a caça predatória, e atinge a fauna de todos os biomas brasileiros, podendo repercutir negativamente, também, na flora destes biomas. Além disso, os animais que cruzam as pistas podem causar graves acidentes.

Desmatamentos, queimadas e a ocupação desordenada do solo acentuam a frequência com que estes animais cruzam as pistas, em busca de alimento, água e abrigo. A deficiência ou ausência de sinalização vertical específica nas vias, amplificam as ocorrências dos atropelamentos, geralmente fatais. Tal situação é sistêmica, estrutural e histórica, devido à pouca ou nenhuma preocupação dos governos estaduais e federal em contemplar, nos projetos rodoviários, seja de construção ou reforma, os estudos de ecologia de estradas e a implantação dos equipamentos e dispositivos técnicos existentes. Tais medidas mitigariam, e muito, o impacto ambiental destas vias. Sobretudo em locais de maior ocorrência de fauna silvestre, como áreas rurais que apresentam fragmentos florestais e outros ambientes favoráveis que servem de habitats dos animais.

A formação de um amplo banco de dados é muito importante para dimensionar e mapear o problema. Já existem, no país, plataformas ou aplicativos que reúnem, sistematizam e disponibilizam informações sobre a mortalidade de fauna selvagem nas rodovias e ferrovias brasileiras, como o Sistema Urubu – Projeto Malha, do CBEE/UFLA. 

O objetivo desta petição é realizar uma pressão junto aos órgãos e autoridades governamentais competentes, no sentido de abrirmos um diálogo com estes e outros entes públicos, setor privado de infraestrutura e transportes, entidades ambientalistas, pesquisadores, universidades e cidadãos interessados, em torno da necessidade de se criar e implementar um Plano Nacional de Readequação Ambiental das rodovias estaduais e federais do Brasil, sobretudo em regiões mais sensíveis e susceptíveis ao problema que afeta mortalmente nossa fauna selvagem. A finalidade principal é a de mitigar a matança de milhares de animais silvestres e não-silvestres, vitimados por atropelamentos diários. Além da prevenção de acidentes rodoviários graves. Tal readequação necessita contemplar os estudos de Ecologia de Rodovias, e projetos que incluam a implantação de equipamentos e dispositivos importantes, como sinalização vertical, ecopassagens e demais intervenções, com vistas a transformá-las em vias que impactem menos a fauna dos biomas brasileiros.

Por esta razão lancei pela plataforma mundial Change.org este abaixo-assinado, em nome do Instituto de Desenvolvimento Laura Sciotta, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que já presidi e estou vice-presidente, atualmente.

Peço que votem, compartilhem e ajudem a pressionar o DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, e demais órgãos competentes.

Todos juntos pela discussão de um Plano Nacional de Readequação Ambiental das Estradas Brasileiras, já!! 

Paulo Cesar F. S. 

Geógrafo e Analista Ambiental do Instituto Estadual do Ambiente/RJ. 

Professor regente de Geografia, Sociologia e Filosofia - SEEDUC/RJ.

Vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento Laura Sciotta - IDeLS.



Hoje: IDeLS está contando com você!

IDeLS precisa do seu apoio na petição «Ecopassagens e sinalização de animais silvestres nas rodovias estaduais e federais do Brasil - S.O.S. fauna dos biomas brasileiros!!». Junte-se agora a IDeLS e mais 878 apoiadores.