Petition Closed

A Fazenda Serrana, arrendada pela USINA SÃO FERNANDO nos últimos 5 anos para plantação de cana-de-açúcar em Dourados-MS e patrocinada pelo BNDES, está novamente colocando os índios Guarani-Kaiowá do tekoha APYKA'I no meio da BR-463 através de subterfúgios da lei, mesmo a área já sendo reconhecida pelo governo como tradicional indígena vão expulsa-los da terra que viveram seus avós se nada for feito, já que nesse país quem tem dinheiro para advogados subverterem nossos direitos... parece poder tudo.

Diante disso, a liderança Damiana declarou que não vai sair do tekoha Apyka’i. “JÁ FIZ BURACO E COVA PARA MIM E AQUI QUERO SER ENTERRADA PELA JUSTIÇA DO BRASIL, A MANDO DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF”

Um relatório do MPF-MS sobre a situação da comunidade de Apyka’i, publicado em 2009, afirmou que “crianças, jovens, adultos e velhos se encontram submetidos a condições degradantes e que ferem a dignidade da pessoa humana. A situação por eles vivenciada é análoga à de um campo de refugiados. É como se fossem estrangeiros no seu próprio país”. http://www.prms.mpf.mp.br/servicos/sala-de-imprensa/noticias/2009/09/mpf-instaura-inquerito-para-apurar-agressao-a/?searchterm=fazenda%20serrana

Enquanto isso o governo renegocia BILHÕES de reais em dívidas com o BNDES e BB, nosso dinheiro, para financiar o prejuízo dos gigantes da agroindústria, GRUPOS BERTIN e BUMLAI sócios da JBS FRIBOI na USINA SÃO FERNANDO, mesmo essa Usina sendo acusada de genocídio pelo MPF-MS ao contratar a empresa GASPEM para exterminar a presença dos índios que insistem em incomodar os poderosos latifúndios, GRUPOS esses citados que estão sendo denunciados em outras tantas desgraças: fraudes e insalubridade em Cáceres, falsificação em Santo André, picaretagem na Usina de Belo Monte, venda de terra super faturada para o Incra, a roubalheira no serviço público em Campinas, ... A máfia é enorme. Em pleno Congresso Nacional deputados ocupam a tribuna para defender um leilão que a justiça chegou a proibir, para financiar a contratação de segurança armada contra os índios do MS, lá morreu o líder Ambrosio Kaiowá, a facadas, as polícias não tem pista como não tem pista dos mais de 320 caciques e lideres assassinados nos últimos 12 anos só no MS.

O ministro Lewandowski afirmou que está em curso no Brasil “um novo genocídio”, no qual os fazendeiros, criminosamente, ocupam terras que eram dos índios, os expulsam, e depois recorrem a expedientes jurídicos para postergar o cumprimento do dispositivo da Constituição (artigo 231) que reconhece o direito dos índios às terras que tradicionalmente ocupam, competindo à União demarcá-las. “O parágrafo 4º deste artigo afirma que as terras são inalienáveis e indisponíveis, e os direitos sobre elas, imprescritíveis. Observem que são expressões das mais fortes usadas pelos constituintes, no texto constitucional como um todo”, enfatizou. De acordo com os autos, a comunidade kaiowá vive na área a ser demarcada desde os anos de 1750-1760, tendo os índios sido desapossados de suas terras nos anos de 1940, por pressão de fazendeiros.
http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=269798

Damiana Cavanha, uma líder Guarani-Kaiowá acampada com sua tribo a 16 anos na porta da Fazenda Serrana, vive num acostamento na beira da BR-463 desde que a USINA SÃO FERNANDO chegou, financiada com dinheiro público arrendou a Fazenda para plantação de cana-de-açúcar. Nesses últimos 5 anos ela viu seu marido, 2 filhos e 2 netos assassinados, jagunços do coronelismo moderno que atropela na beira da rodovia para fingir acidente e fogem para dentro da Usina e são chamados de segurança, acusa ao MPF-MS.http://www.prms.mpf.mp.br/servicos/sala-de-imprensa/noticias/2013/08/mpf-ms-requer-fechamento-de-empresa-de-seguranca-envolvida-em-morte-de-liderancas-indigenas Em fevereiro de 2014 foi atropelada e morta mais uma mulher, em março de 2014 outra cova foi aberta para enterrar a vida indígena atropelada e dilacerada no acostamento da rodovia.

Sua tribo com cerca de 130 pessoas que exigiam o direito de voltar para terra onde seus avós estão enterrados, no meio das plantações de cana, hoje se dispersou por tribos um pouco mais seguras, morreram, se perderam na série de ocupações, atropelamentos e despejos forçados. No APYKA'I restam uns poucos guerreiros entre crianças e adolescentes que sofrem diariamente o terror das ameaças, a comunidade já enfrentou pelo menos três ataques de homens armados, e em um deles um indígena de 62 anos foi baleado, os Guarani dizem que mais um foi morto e que desapareceram com o corpo, os barracos da comunidade já foram incendiados três vezes.

Tirando os coronéis e grileiros do debate, cabe todos, os fazendeiros que compraram terras de boa fé, todas as cidades que cresceram da riqueza da região e todos os indígenas, que estão sendo cobrados pelas lideranças mais antigas o direito de ser enterrado junto dos seus antepassados, parece pouco para nossa cultura maluca mas para nossos irmãos é simples, é sobre quem eles são, para Damiana Cavanha é ainda mais, o nome dado a seu acampamento Apyka'i na sua cultura significa o banquinho onde a criança espera 9 meses para nascer, triste ironia patrocinada por nós via BNDES, o Banco Nacional do Desenvolvimento Social. Veja o vídeo http://blog.prms.mpf.mp.br/tekoha4/?p=88

Dilma Rousseff, ajude esses brasileiros símbolos do nosso sofrimento, ouça o apelo de Damiana Cavanha http://www.youtube.com/watch?v=GlKyjoVNu80 .

#indioresiste #kaiowaresiste #ApykaiResiste

Assine tambem https://secure.avaaz.org/en/petition/Cassio_Guilherme_Bonilha_Tecchio_Proprietadio_da_Fazenda_Serrana_Retirar_pedido_de_reintegracao_de_posse_contra_comunida/?pv=5

Referências:

http://pollycansadadeguerra.blogspot.com.br/2014/05/apykai-resiste.html

http://odescortinardaamazonia.blogspot.com.br/2014/03/a-continua-matanca-de-indigenas-na-br.html

http://www.brasildefato.com.br/node/25915

http://www.prms.mpf.mp.br/servicos/sala-de-imprensa/noticias/2009/08/mpf-recorre-de-decisao-que-forcou-indigenas-do-ms/?searchterm=fazenda%20serrana

http://www.cimi.org.br/site/pt-br/?system=news&action=read&id=7361

http://www.revistaforum.com.br/blogdascidades/2011/12/28/expedicao-vai-cobrar-justica-aos-assassinatos-de-lideres-kaiowa-guarani/

http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2013-06-07/assassinatos-de-indigenas-no-brasil-crescem-269-nos-governos-dilma-e-lula.html

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,bndes-e-bb-sao-os-maiores-credores-da-usina-de-etanol-de-amigo-de-lula,151815,0.htm

http://ucho.info/embrapa-sugere-que-gleisi-hoffmann-mentiu-em-depoimento-na-camara-sobre-demarcacoes-de-terras

http://pib.socioambiental.org/pt/noticias?id=127460

http://www.expressomt.com.br/economia-agronegocio/mpt-pede-nova-pericia-em-frigorificos-do-jbs-apos--86228.html

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/campinas/

http://www.dgabc.com.br/Noticia/22767/policia-civil-apura-falsificacao-na-acisa

http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/32582_O+CURINGA+DE+BELO+MONTE

http://www.capitalnews.com.br/ver_not.php?id=256624&ed=Geral&catGeral

http://odescortinardaamazonia.blogspot.com.br/2013/11/seguranca-privada-invade-acampamento-e.html

http://campanhaguarani.org/apykai/?p=43

Letter to
corregedoria nacional de justiça
6ª Câmara - Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais
Globo
and 14 others
Advocacia Geral da União
Estado
O Dia
Epoca
Veja
Ouvidoria-Geral da Cidadania
PAULO MALDOS (61) 3411-1709
Comissão Interamericana de Direitos Humanos OEA
Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos ONU
Presidenta Dilma Rousseff
Supremo Tribunal Federal
secretaria de direitos humanos
Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão
Secretaria de Comunicação Social
Deixe o tekoha Apyka'i Viver.

#IndioResiste
#KaiowaResiste
#DamianaResiste
#ApykaiResiste