Afastamento temporário de todos os policiais envolvidos na prisão da adv Eduarda Mercês

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


ILUSTRÍSSIMO SENHOR COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DA BAHIA - CORONEL ANSELMO BRANDÃO

  1. Considerando a truculenta e desproporcional ação da guarnição do Pelotão Especial Tático Ostensivo - PETO da 11ª CIPM/Barra, em Salvador - BA (Link do vídeo), na ocorrência que culminou na prisão da advogada Eduarda Mercês, em 11/06/2017.
  2. Considerando que todos lutamos juntos na Corrente do Bem.
  3. Considerando que é dever do Estado e direito dos cidadãos, que os agentes públicos atuem em estrita observância aos Princípios Constitucionais da Legalidade e Dignidade da Pessoa Humana.
  4. Considerando que a briosa PM-BA é composta de homens e mulheres que diariamente doam suas vidas em prol dos cidadãos de bem.
  5. Considerando que policiais que agem com abuso de autoridade maculam a imagem desta honrada corporação.
  6. Considerando que os vídeos amplamente divulgados demonstram o desequilíbrio psicológico dos envolvidos, tanto para portarem armas de fogo, quanto para estarem nas ruas.
  7. Considerando que o art. 59 da Lei Estadual 7990/01 prevê a MEDIDA CAUTELAR DE AFASTAMENTO do policial militar acusado do cometimento de falta disciplinar.


Requerem, os aderentes desta petição, O IMEDIATO AFASTAMENTO de todos os integrantes do PETO da 11ª CIPM/Barra, envolvidos na prisão da advogada Eduarda Mercês, em 11/06/2017.

Em tempo, reiteramos a admiração pela vossa louvável e irrepreensível atuação à frente do Comando Geral da Polícia Militar do Estado da Bahia.



Hoje: Mateus está contando com você!

Mateus Silva precisa do seu apoio na petição «Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia: Afastamento temporário de todos os policiais envolvidos na prisão da Adv Eduarda Merces». Junte-se agora a Mateus e mais 760 apoiadores.