Vlado vive! É preciso que se apurem os fatos e se condene os responsáveis pelo crime.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Vlado vive! Repúdio ao revisionismo de Bolsonaro!!

 


No dia 25 de outubro de 1975, Vladimir Herzog foi assassinado após uma cruel sessão de tortura por agentes de repressão do Estado Brasileiro, nas dependências do DOI-CODI em São Paulo.


Desde então, brasileiras e brasileiros como nós aguardam a apuração dos fatos e a responsabilização dos envolvidos. No dia 4 de julho deste ano, a Corte Interamericana de Direitos Humanos finalmente condenou o Estado Brasileiro por deixar de investigar as causas e circunstâncias da morte de Vlado. É estarrecedor que na mesma semana, o candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro afirmou que Vlado teria se suicidado e que não deveria ser investigado as causas da morte. Deste modo, corroborou a posição da ditadura militar no auge da ditadura, assim como seus métodos de fabricação da história.


“Não matarás!” Foi assim que seis dias após a morte de Vladimir Herzog no DOI-CODI, o cardeal dom Paulo Evaristo Arns, ao lado rabino Henry Sobel e do reverendo evangélico Jayme Wright, iniciou a histórica missa ecumênica na Catedral da Sé em homenagem a Vlado. Oito mil pessoas se reuniram na praça da Sé, sob ameaça de repressão brutal de 500 policiais armados com metralhadoras, prontos para massacrar qualquer aglomeração. Os manifestantes arriscaram suas vidas por não aceitarem a versão oficial do Exército e da ditadura militar: não aceitavam que Vlado pudesse ter se suicidado. Não aceitavam que os fatos pudessem ser falsificados e empurrados goela a baixo sem investigação.

Nesse momento de crise institucional em nosso país, é necessário reafirmar: “Não matarás!” Repudiamos revisionismos históricos que procuram apagar a responsabilidade de agentes do Estado pelo assassinato de Vlado. A verdade precisa ser estabelecida e responsabilidades apuradas, em relação a Vlado, a todas as demais vítimas do terrorismo de Estado que tivemos na ditadura civil-militar, e a todas as vítimas de injustiças que continuamos tendo no nosso país.


Vlado vive! Pela vida, pela justiça, pela verdade!

 


JUNTOS - Frente Progressista da Comunidade Judaica Paulista

Meretz Brasil

ACMA - Associação Cultural Mordechai Anilevitch

Movimento Me Dê Sua Mão

Associação Cultural Moshe Sharett

 

(para sua instituição assinar também esse manifesto, envie um e-mail para meretz-brasil@googlegroups.com)



Hoje: JUNTOS - Frente Progressista da Comunidade Judaica Paulista está contando com você!

JUNTOS - Frente Progressista da Comunidade Judaica Paulista precisa do seu apoio na petição «Cidadãos brasileiros: Vlado vive! É preciso que se apurem os fatos e se condene os responsáveis pelo crime.». Junte-se agora a JUNTOS - Frente Progressista da Comunidade Judaica Paulista e mais 423 apoiadores.