Pela implantação da Praça João Migliari - Memorial Operário do Tatuapé

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Nós do Movimento Salve a Vila Operária João Migliari, temos agora o objetivo de transformar a dolorosa perda deste patrimônio histórico do Tatuapé e de São Paulo em um exemplo de que não vale a pena para incorporadoras e construtoras arrasarem as memórias, histórias e paisagens urbanas.

Com a destruição ilegal Vila Operária João Migliari por forças do mercado imobiliário e posterior inicio do processo de Tombamento pelo CONPRESP, a sociedade civil da cidade de São Paulo se une para que as cinco casas restantes sejam preservadas e que nada seja construído no restante do terreno arrasado. 

Para tanto, como homenagem aos trabalhadores da cidade de São Paulo e à memória das famílias que moraram na Vila, pedimos à Câmara Municipal de São Paulo, à Prefeitura do Município de São Paulo e a Subprefeitura da Mooca que o terreno entre as ruas Airi, Padre Estevão Pernet, Itapura e João Migliari seja declarado de utilidade pública e ali se seja construída uma praça em homenagem aos Operários do Tatuapé e da Cidade de São Paulo - para que nunca mais esqueçamos o quanto é importante para a cidade sua gente, histórias e memórias. 

Ao DPH -  Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo pedimos o tombamento da área envoltória às 5 casas restante a fim de impedir a alteração da paisagem urbana neste local. 

A narrativa urbana atual busca eliminar qualquer traço da memória operária - visto como vulgar pela nova elite emergente. Aqui, buscamos reverte esse processo. A cidade é composta por um teia de experiências e todas essas histórias merecem sim serem respeitadas. 

Além disso, a praça vai manter algo que a Vila ainda tinha: visão do céu, vento soprando e um respiro do paz num mar de concreto sem personalidade.