Reforma da Previdência, NÃO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Se esta proposta for aprovada, a aposentadoria será com a idade mínima de 65 anos e 25 anos de contribuição, tanto para homens como para mulheres. Para se aposentar com 100% será necessário contribuir por 49 anos.

A proposta ignora o fato de que as mulheres cumprem duas ou três jornadas, contando o trabalho diário, o cuidado da família e da casa, entre outras funções. Além de ganhar menos, estatísticas revelam que, na média mundial, as mulheres trabalham 39 dias a mais por ano que os homens. Isto é, a cada 10 anos é como se elas tivessem trabalhado 1 ano a mais que os homens.

O governo Temer desconsidera na proposta de reforma da Previdência a jornada desgastante que os trabalhadores em educação cumprem e acaba com a aposentadoria especial (por tempo reduzido) dos professores da educação básica. Terão que continuar em sala de aula até os 65 anos de idade – o que aumentará gravemente o problema da empregabilidade dos professores nas faixas etárias acima dos 50 anos nas escolas privadas.

Estes são apenas alguns dos aspectos perversos dessa proposta.

Por isso, o Sindicato dos Professores do Ensino Privado conclama a comunidade escolar para dizer NÃO à Reforma da Previdência!

#REFORMADAPREVIDÊNCIANÃO



Hoje: Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS está contando com você!

Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS Sinpro/RS precisa do seu apoio na petição «Câmara dos Deputados: Reforma da Previdência, NÃO». Junte-se agora a Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS e mais 2.049 apoiadores.