Inviabilizar a comercialização de cosméticos que fazem testes em animais no estado de MG

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


 

Somos estudantes do colégio Nacional do município de Uberlândia, neste ano decidimos escolher o tema para o nosso artigo científico sustentabilidade e a química, mais especificamente o uso de animais como cobaias em empresas de cosméticos e higiene pessoal. Para a execução do projeto temos como intervenção uma proposta de tentar diminuir a realização desses testes desencadeando, futuramente, a abolição dessa prática.Queremos iniciar uma proposta de iniciativa legislativa popular para encaminhar à Câmara dos vereadores proposição proibindo, no município de Uberlândia, a realização destes testes. Com esta lei queremos garantir a dignidade dos animais. As empresas poderiam utilizar outros métodos para a verificação de alguma reação adversa no organismo como teste in vitro, uso de peles artificiais,etc....Então podemos contar com você?

 

 

 

Em 2014, São Paulo proibiu o uso de animais como cobaias.“O governador Geraldo Alckmin sancionou a Lei 777/2013, que proíbe o uso de animais no desenvolvimento de cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal. “Nos debruçamos sobre o tema, estudamos profundamente, inclusive a legislação internacional, ouvimos a entidade defensora dos animais, a indústria cientista, pesquisadores da Fapesp, veterinários, médicos, biólogos, enfim, ouvimos todo o setor e decidimos pela promulgação da lei,” explicou.Queremos o mesmo!

mais informações http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/sao-paulo-proibe-testes-em-animais-1/

artigos sobre testes em animais:

http://www.pea.org.br/educativo/mono_fernanda_paro.pdf