Vitória

Proibição da corrida de cães #GalgosLivres

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 1.754 apoiadores!


Apostas em dinheiro, uso irregular de medicamentos supostamente energéticos nos animais e maus-tratos!

Abaixo-assinado dirigido às autoridades e ONG's para que seja proibida a corrida de cães em território nacional.

Uma reportagem da RBS TV revelou, neste domingo (17), no Fantástico, os bastidores das corridas de galgos no Rio Grande do Sul. Esses cães, que costumam ser dóceis, passam a se comportar de forma violenta depois de receber medicamentos supostamente energéticos antes das competições.

Proibidas na Argentina e Uruguai, as carreiras de galgos são comuns em cidades de fronteira, como Quaraí, Uruguaiana, Santana do Livramento e também em Bagé.

Na ponta dos protestos contra as carreiras, o Núcleo Bageense de Proteção Animal afirma recolher das ruas animais que não servem mais para as competições. Eles ficam em casas de voluntários até se recuperarem. Em uma dessas residências, um grupo de ativistas mostrou à reportagem aquilo que seriam atrofias musculares e até cicatrizes que seriam consequência do uso dos animais também em caçadas.

 —  Teve situações que aconteceram conosco, que a pessoa (que abandonou o cão) chegou com o galgo quebrado, pedindo ajuda, e quando a gente diz que vai ter de amputar a pata, ele deixou o animal pra nós, para atendimento veterinário, e sumiu  —  descreve Patrícia Coradini, presidente da ONG.

Os cães correm diante de um pano que imita as feições de uma lebre, puxado por um cabo. Imaginado perseguir a presa, o galgo corre desesperadamente até a linha de chegada. Ao término de uma dessas baterias, a reportagem flagrou uma cena impressionante: os cães passaram a se atacar uns aos outros, violentamente, a ponto de os donos terem de intervir. A reação dos animais começou depois que eles investem contra o pedaço de pano. Essa violência é consequência do uso de drogas injetadas nos animais.

Fonte: GZH

Reportagem completa: https://url.gratis/B0doU



Hoje: Angela está contando com você!

Angela Loregian precisa do seu apoio na petição «Abaixo-assinado dirigido às autoridades e ONG's para que seja proibida a corrida de cães em território nacional». Junte-se agora a Angela e mais 1.753 apoiadores.